Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

sistema cardiovascular

do sapo

Sistema cardiovascular do sapo

Como tal, os anfíbios têm um sistema circulatório duplo composto por dois circuitos. O circuito sistêmico faz o sangue circular entre o coração e o resto do corpo, e o circuito pulmocutâneo faz o sangue circular entre o coração e os pulmões e a pele.

Em vez de um circuito pulmonar, os anfíbios têm um circuito pulmocutâneo (pulmo- refere-se aos pulmões e -cutâneo refere-se à pele). O circuito pulmocutâneo transporta sangue desoxigenado para os pulmões e para a superfície da pele, de modo que a troca gasosa adicional pode ocorrer.

O que é o circuito sistêmico e o circuito pulmocutâneo ?

O circuito sistêmico é o caminho de circulação entre o coração e o resto do corpo (excluindo os pulmões). Depois de passar pelo circuito pulmonar, o sangue rico em oxigênio no ventrículo esquerdo deixa o coração pela aorta . Este sangue circula da aorta para o resto do corpo por várias artérias maiores e menores .

Resumo

Os anfíbios são animais únicos porque podem respirar tanto pelo uso dos pulmões quanto pela troca de oxigênio pela pele. Para fazer uso desse oxigênio, o sistema circulatório dos anfíbios precisa encaminhar o sangue para a superfície da pele para coletar oxigênio. Como tal, os anfíbios têm um sistema circulatório duplo composto por dois circuitos. O circuito sistêmico faz o sangue circular entre o coração e o resto do corpo, e o circuito pulmocutâneo faz o sangue circular entre o coração e os pulmões e a pele. Em geral, o sistema circulatório transporta sangue com oxigênio e nutrientes para as células, coleta os resíduos das células para serem removidos do corpo e leva o sangue desoxigenado de volta para os pulmões.

A circulação

O coração apresenta três cavidades: dois átrios (um direito e um esquerdo) e um ventrículo. O sangue venoso, pobre em O2, vindo dos pulmões, penetra no átrio esquerdo. Os dois tipos de sangue passam para o único ventrículo onde se misturam, ainda que parcialmente. Do ventrículo, o sangue é bombeado para um tronco arterial (conjunto de vasos) que distribui sangue para a cabeça, tronco e pulmões. A circulação é dupla e incompleta: dupla, porque o sangue passa duas vezes pelo coração a cada ciclo de circulação, incompleta, porque o ventrículo é único e nele o sangue arterial e venoso se misturam.

Tipo de habitat

Os sapos estão próximos a rios, riachos, brejos, lagoas, igarapés. Eles estão presentes em diversos países do mundo, basta ter uma fonte de água corrente, que eles se desenvolvem. Eles não podem ser encontrados em lugares muito frios e nem em lugares muito quentes.

Características

O sapo é um animal anfíbio (animais vertebrados que possuem uma fase de vida terrestre e outra aquática). - Existem quase 5 mil espécies de sapos na natureza.- Com relação ao habitat, podemos dizer que a maior parte das espécies vive próximas aos rios e lagos, pois a fêmea necessita de água para pôr os ovos. Os girinos (filhotes) também necessitam da água para sobreviverem.- Algumas espécies possuem glândulas na cabeça, onde produzem um veneno tóxico para espantar ou até mesmo matar outros animais que ofereçam algum tipo de perigo.- Apesar de possuir poucos predadores na natureza, os principais são as cobras e aves de grande porte.- A principal fonte de alimento dos sapos são os insetos. Capturam os insetos utilizando suas grandes línguas.- A pele do sapo é mais rugosa e seca do que a da rã (outra espécie de anfíbio anuro).- Espécies mais conhecidas: sapo-cururu, sapo-boi, sapo-ferreiro (também conhecido como sapo-martelo), sapo-verde-europeu, sapo-comum, sapo-corredor e sapo-dourado. .