Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Eduardo Miranda; Nº4; 10ºM

Lei da Pregnância da Gestalt

6. Gestalt-terapia

5. Aplicações da Gestalt

10. Conclusão

4. Leis da Gestalt

9. Exemplos da Lei da Pregnância na Gestalt

3. Origem da Gestalt

8. Como se usa a Lei da Pregnância na Gestalt?

2. O que é Gestalt?

7. O que é a Lei da Pregnância na Gestalt?

1. Introdução

índice

Introdução

A Gestalt, também conhecida como Gestaltismo ou Psicologia da Forma, é uma doutrina da psicologia que se baseia na ideia de que a percepção das partes depende da compreensão da totalidade.A Lei da Pregnância é um dos princípios fundamentais da Gestalt. Esta lei afirma que tendemos a perceber qualquer objeto visual como a forma mais simples possível.

Gestalt, também conhecida como Gestaltismo ou Psicologia da Forma, é uma doutrina da psicologia baseada na ideia da compreensão da totalidade para que haja a percepção das partes. A palavra Gestalt é de origem germânica, com uma tradução aproximada de “forma” ou “figura”.

o que é a gestalt?

Os pioneiros desta doutrina e formuladores das Leis da Gestalt foram os psicólogos Kurt Koffka, Wolfgang Köhler e Max Wertheimer. A Gestalt surgiu como uma doutrina de oposição ao Atomismo, uma filosofia que acreditava ser possível a percepção do todo apenas após a compreensão das diferentes partes.

Origem da Gestalt

Leis da gestalt

A Gestalt formulou pelo menos 6 leis ou princípios básicos que explicam como a percepção humana funciona e se organiza. As Leis Básicas da Gestalt são: Semelhança, Proximidade, Continuidade, Pregnância, Fechamento e Unidade.

É uma prática psicoterapêutica desenvolvida pelos teóricos e psicoterapeutas Fritz Perls, Laura Perls e Paul Goodman, em meados do século XX. A Gestalt-terapia busca a interação com as partes conhecidas e desconhecidas da identidade do indivíduo, fazendo com que possa desenvolver o seu potencial, o autoconhecimento e o crescimento como ser humano.

Gestalt-terapia

Lei da pregnância

As qualidades que podem se sobressair residem na textura, na cor, na forma ou no tamanho, entre outros fatores.

A Lei da Pregnância é um dos princípios básicos da psicologia da Gestalt. Em linhas gerais, consiste no fato de que uma pessoa é capaz de interpretar uma imagem a partir da predominância de algum aspecto que se destaca na mesma.

O que é a Lei da Pregnância na Gestalt?

A Lei da Pregnância na Gestalt possui várias utilidades que variam de acordo com as áreas em que se implementa. A publicidade é uma das áreas que mais utiliza este princípio. Através do agrupamento, decomposição e predominância de elementos que a pessoa possa se lembrar, se levam a cabo imagens que adotam estes princípios.

Como se usa a Lei da Pregnância na Gestalt?

Coca-cola

Um exemplo prático da Lei da Pregnância pode ser observado na publicidade. Quando vemos uma imagem na área da publicidade, nosso cérebro realiza uma série de processos complexos para poder dar uma interpretação à queles elementos que observamos.

Exemplos da Lei da Pregnância na Gestalt

conclusão

Ambos, a Gestalt e a Lei da Pregnância, têm aplicações práticas significativas em várias áreas, incluindo design e publicidade. Eles nos permitem criar imagens e designs que são facilmente interpretados e lembrados, tornando-se ferramentas poderosas para a comunicação visual eficaz. A compreensão e aplicação desses conceitos podem nos ajudar a navegar e interpretar o mundo de uma maneira mais eficiente e significativa.

https://www.significados.com.br/gestalt/https://www.todoestudo.com.br/filosofia/gestalthttps://www.merriam-webster.com/dictionary/gestalthttps://br.psicologia-online.com/lei-da-pregnancia-na-gestalt-o-que-e-e-exemplos-1437.htmlhttps://www.psicanaliseclinica.com/leis-da-gestalt/https://maestrovirtuale.com/teoria-da-gestalt-leis-e-principios-fundamentais/https://faberhaus.com.br/gestalt/https://4ed.com.br/gestalt/

webgrafia