Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Apresentação oral

COMEÇAR

Trabalho realizado por Marcos Castro, 10ºL

O poder das classes populares

obrigado!

Webgrafia

Vantagens e desvantagens

Capítulo 11

Poder das multidões

George Floyd

Sudão

Martin Luther king

Revoltas populares

Definição

íNDICE

Definição do conceito de classe popular.

O que são classes populares?

tópico 1

As classes populares são as camadas medianas da sociedade, ou seja, não compreendem apenas os mais pobres e menos instruídos, mas todos aqueles que não estão envolvidos nas grandes instituições políticas, religiosas e culturais.

O que são classes populares?

tópico 1

Alguns exemplos de revoltas populares que marcaram a história e ainda impactam a nossa vida atualmente.

Revoltas populares

tópico 2

O assassinato de Martin Luther King, desencadeou uma onda de violência até 10 dias após a sua morte, em 125 cidades de 4 a 11 de abril de 1968, resultando em 46 mortos e 2600 feridos.O que conseguiram: Após 6 dias de protestos incessantes a famosa Lei dos Direitos Civis foi finalmente implementada.

Revolução popular por Martin Luther King

tópico 2

Quando começou: Os protestos começaram em El-Damazin, a 13 de dezembro de 2018. Porquê: A eclosão das manifestações deveu-se ao aumento do custo de vida e à deterioração das condições econômicas.O que conseguiram: A 17 de julho de 2019, o Conselho Militar de Transição e as Forças para a Liberdade assinaram um acordo para estabelecer um conselho soberano conjunto que governará o país por rotação por um período de pelo menos três anos e três meses.

Revolta no Sudão

tópico 2

Revolta contra a violência policial, dirigida especialmente contra a população negra, exemplificada no assassinato de George Floyd.Protestos eclodiram nos dias após a morte de George Floyd, um homem negro, sob custódia policial.Estas revoltas trouxeram visibilidade para este e muitos outros casos de violência policial contra pessoas negras e latinas, levantando o movimento BLM (Black Lives Matter).

Revolta nos Estados Unidos - George Floyd

tópico 2

O poder das multidões na literatutra portuguesa, nomeadamente nas crónicas de Fernão Lopes.

O poder das multidões nas crónicas

tópico 3

O povo é uma personagem coletiva que intervém no rumo da história, e revela uma consciência coletiva e um sentimento patriótico/nacionalista.Na crónica de D.João I, o povo teve um papel central no levantamento de Lisboa, através da preparação de mantimentos e defesa da cidade durante o seu cerco. A consciência coletiva do povo é o fator que o leva a apoiar o Mestre e a unir-se contra o inimigo estrangeiro.

O poder das multidões nas crónicas

tópico 3

Como ator coletivo, o povo domina a ação. A feição coletiva das forças gregárias e a importância dos feitos do povo português fazem parte de um processo que anuncia a epopeia.A personagem coletiva do povo, para além do referido anteriormente, resume um sentimento coletivo através de um dito, de uma voz que sai da multidão.

O poder das multidões nas crónicas

tópico 3

Sentimento coletivo da população portuguesa:

  • “Soaram as vozes do arroido pela cidade (...)” - l.20;
  • “(...) se moverom todos com mão armada (...)” - l.22;
  • “(...) todos feitos duu coraçom com talente de o vingar (...)” - l.31;
  • “E tanta era a torvaçam deles (...)” - l.55;
  • “(...) houverom gram prazer quando o virom (...)” - l.57.

Capítulo 11 - Crónica de D.João I

tópico 3

Pequenos grupos que proferem demandas e fazem pedidos:

  • “Deles braandavom por lenha, e que veesse lume pera poerem fogo aos Paaços, e queimar o treedor e a aleivosa.” - ll. 38-39;
  • “Outros se aficavom pedindo escaadas (...)” - l.39;
  • “Uas viinham com feixes de lenha, outras tragiam carqueija para acender o fogo (...)” - l.43.

Capítulo 11 - Crónica de D.João I

tópico 3

Vozes individuais no meio da população:

  • “ - U matom o Meestre? quem çarrou estas portas?” - l.34;
  • “ - Pois se vivo é, mostrar-no-lo e vee-lo-emos.” - l.47.

Capítulo 11 - Crónica de D.João I

tópico 3

Vantagens:

  • Facilitam a compreensão do ambiente descrito;
  • Papel fundamental para o desenvolvimento da ação;
  • Parte essencial do plano executado pelo Mestre;
  • Elemento de extrema importância na defesa da cidade de Lisboa durante o cerco;
  • Esforço da guerra coletiva.
Desvantagens:
  • Perda de detalhes, devido à generalização.

Vantagens e desvantagens da força coletiva nas crónicas

tópico 3

Identificação das fontes

webgrafia

Microsoft Word - 00-Mestre (puc-rio.br)O que é classe popular​ - brainly.com.brREVOLUÇÕES QUE MUDARAM A SOCIEDADE - SINTED - Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Três Lagoas e SelvíriaQuais foram as maiores rebeliões populares da história? | Super (abril.com.br)A maior onda de revoltas populares da história da humanidade (1) | Passa PalavraTudo o que você precisa saber sobre a Revolução do Sudão (500wordsmag.com)Atualizações e vídeo ao vivo do protesto de George Floyd - The New York Times (nytimes.com)Desfinanciar a polícia? Por que não? - Nestes Tempos (inthesetimes.com)

Obrigado!