Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Agrupamento de Escolas Dr. Machado MatosLeonor Lira - 9ºB1

Projeto de vida

Projeto MAIA-EMRC

Quem sou eu ?

Chamo-me Leonor Lira, tenho 14 anos. Nasci na clínica de Santa Tecla, Braga. Sou natural de Felgueiras, onde vivo com os meus pais.

Cresci num ambiente familiar muito bom, onde os meus pais me ensinaram valores muito importantes. Apesar de serem muito exigentes, são também muito divertidos, muito protetores, apoiam-me muito e ajudam-me a sair dos momentos menos bons.

Sonho ser uma mãe tão boa como a minha...Ao contrário de muitos adolescentes, eu não tenho problemas nenhuns em contar tudo à minha mãe, dar beijos/abraços em público. A minha mãe é uma SUPER-MÃE e uma SUPER-AMIGA.

Como costumam dizer, eu sou a cópia do meu pai. O meu pai trata-me muito bem e usa sempre a tão conhecida expressão "Nunca aceites menos que isto"...

O meu lugar neste mundo é ser feliz, fazer feliz os outros e acredito que sorrir é a coisa mais bonita que existe.

Quero que as pessoas tenham boas memórias comigo e que a minha alegria seja contagiante.

Ter quem eu mais gosto, faz-me sentir feliz...

As minhas maiores qualidades:

  • Resiliente
  • Persistente
  • Carinhosa
  • Alegre
  • Divertida
  • Sincera
  • Brincalhona
  • Protetora
  • Ficar muito frustrada quando algo não corre bem sabendo que me esforcei muito para aquilo;
  • Fico muito revoltada em situações de injustiça;
  • Por vezes, a sinceridade prejudica-me;
  • Sou bastante teimosa;

Os meus maiores defeitos:

Animais

Crianças

Tenho uma ligação muito especial com:

2. Introduction

Desporto

O desporto é das coisas mais importantes do meu dia, faz-me sentir bem e feliz. O desporto fez-me crescer não só enquanto atleta, mas principalmente, como pessoa. Faz-me entender o sentido de sacrifício e esforço, dedicação e ambição. O desporto tornou-me mais disciplinada. Por vezes, ninguém entende a minha obcessão em ganhar, o que me deixa triste. Gosto muito de qualquer modalidade, mas para mim, o futebol é a arte mais bonita do mundo.Aprendi a lidar com a parte mais injusta da vida, porque, muitas vezes o desporto é injusto connosco.

Falo também do Porto, que contribuíu para o desenvolvimento do amor pelo futebol.

Futebol...

Falando em futebol, falo da minha equipa, que foi o evento mais marcante pela positiva da minha vida. Onde conheci pessoas incriveis que quero levar comigo para sempre, que sempre me trataram bem e fizessem com que me sentisse sempre em casa. São a minha segunda família.

O sol é muito importante para mim pois, é a estrela mais brilhante o que me faz lembrar o meu avô, que já não está cá...Assim como as fotografias, as pulseiras têm um significado especial porque retratam momentos que se tornarão memórias ou lembranças.Apesar de não poder usar pulseiras devido ao futebol, ando sempre com uma escondida no meu tornozelo direito, que foi dada pelos meus avós.

Dia 29 de março de 2023, perdi o meu avô, o meu segundo pai, que me era tão próximo e que me dava tanto afeto. Era das pessoas mais especiais e com o sorriso mais bonito. Quem torcia sempre por mim, que no final dos meus jogos me ligava sempre a pergutar o resultado, que comentava os jogos de futebol todos comigo, que ficava tanto ou mais nervoso que eu a ver futebol.Sem dúvida a minha maior saúdade.

Depois de garantir a minha estabilidade financeira (através do futebol)...

Sonho em contruir uma família, unida.Quero dar muito amor aos meus filhos, tornar-me a melhor amiga deles, viajar juntos...

7. State of the issue

...

Desejo que a ISAbel ainda seja minha melhor amiga, que ensine aos meus filhos o verdadeiro sentido de amizade sem inveja ou competição.