Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

PerceçãoOrganização e interpretação de uma sensação e dar-lhe um significado. (Transformar em conhecimento significativo os estímulos do meio).

ProximidadeElementos espacial ou temporariamente próximos tendem a ser reunidos na mesma configuração.

FechamentoTendemos a completar percetivamente os objetos que não estão, de facto, completos (que apresentam lacunas).

ContinuidadeTendemos a preferir formas continuas, em vez de formas descontínuas ou desarticuladas.

SemelhançaElementos semelhantes tendem a ser reunidos na mesma configuração. (Tendemos a agrupar itens de acordo com as suas semelhanças)

Paralaxe do movimento O movimento próprio é acompanhado pelo movimento das coisas do mundo em redor. Com velocidades e direções diferentes, os objetos mais próximos parecem mover-se mais rapidamente e no sentido contrário ao do observador, acontecendo o contrário com objetos mais distantes.

Interposição A sobreposição parcial das figuras permitem-nos perceber a sua localização face a outras e a distância que mantêm relativamente ao observador.

Tamanho relativo Quanto mais pequeno surge na retina do observador, mais distante parece aquilo que é observado. Na imagem, os dois jogadores que aprecem no centro da imagem estarão mais próximos do observador do que os restantes.

Gradiente da textura Quanto mais próximos se encontram os itens de uma superfície uniforme, mais detalhados e separados se apresentam ao observador. Porém, quanto mais distantes, mais sobrepostos e indiferenciados parecem.

Perspetiva linear Linhas e itens aparentemente paralelos convergem para pontos de fuga à medida que se aproximam do horizonte. Quanto mais convergentes as linhas e itens parecem ao observador, maior perceção da distância e profundidade.

Sombra e luz Através destas duas propriedades, o observador consegue interpretar as imagens bidimensionais como se tivessem propriedades tridimensionais.