Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

As mutações na expressão da religiosidade - as ordens mendicantes e as confrarias

wow

Os flagelantes em Doornik, por Pierart Dou Tielt, datada de 1349

A mendicidade, Jean Froissant, datada do século XIV

Ordens mendicantes Nova forma de exercer a espiritualidade cristã

  • No século XII assistimos a um grande desenvolvimento urbano;
  • Neste âmbito as ordens mendicantes vão surgir como um meio de combater a heresia e as crises que sacudiam a igreja católica.
  • As ordens mendicantes incentivam a uma nova espiritualidade, voltando a popularizar os valores cristãos originais que estavam esquecidos.

O surgir das ordens mendicantes

  • As primeiras ordens mendicantes são a ordem Dominicana, fundada por São Domingos e a ordem Franciscana, fundada por São Francisco de Assis.
  • Inicialmente estas ordens foram recebidas com alguma desconfiança, devido a uma das suas grandes caraterísticas a mendicidade.
  • Este elemento provocou alguma estranheza na sociedade da época, já que à primeira vista estes apenas viviam da esmola que lhes era dada pelos crentes.

As ordens mendicantes

Fundação da ordem dos Frades Menores (Franciscanos)

1223

1215

Fundação e reconhecimento da ordem Dominicana

O encontro entre São Domingo e São Francisco de Assis, autoria de Fra Angelico, datada de 1427-29

As caraterísticas das ordens mendicantes

  • Tal como as ordens mendicantes, as confrarias vão surgir com um ideal de caridade nas grandes cidades.
  • As confrarias são associações voluntárias, de carater religioso, que têm como objetivo praticar a caridade cristã. Sendo consideradas famílias para quem não as tinha.
  • Assim, estas associações serviam de amparo em momentos de fragilidade para os seus irmãos de confraria.

O surgir das confrarias

  • Em simultâneo vão surgir as corporações ou guildas.
  • Estas são uma associação de mercadores ou artesãos da mesma área de atividade, estabelecendo estatutos próprios para o desenvolvimento da atividade.
  • As corporações obrigavam os seus membros ao pagamento de quotas.
  • Estas corporações também procuraram promover o arruamento profissional, dando origem à toponímia de algumas ruas que nos chegaram até hoje.

O surgir das corporações

A expansão do ensino elementar, a fundação das universidades

wow

  • Inicialmente, o ensino era dominado pelo clero secular, como é o caso das escolas episcopais. Estas tinham o intuito de formar clérigos e os seus alunos pertenciam às famílias mais favorecidas da sociedade.
  • Contudo, o monopólio da igreja sobre as escolas será colocado em causa pelas comunas. Algo que levou à progressiva laicização do ensino.

A Universidade Medieval, obra de autor e data desconhecida.

A expansão do ensino elementar e a fundação das universidades

Brasão da Universidade de Paris

  • As universidades vão surgir como uma corporação de estudantes
  • Esta organizava-se em nações, ou seja, pelas regiões de onde os seus alunos eram oriundos.
  • Estas nações, reuniam-se em torno de um mestre, pago pelos alunos.
  • As aulas eram lecionadas em Latim ou Grego.
  • Os graus atribuídos aos alunos eram reconhecidos em toda a cristandade.

A expansão do ensino elementar e a fundação das universidades

São Tomás de Aquino, obra de Fra Angelico datada de 1395

  • Os grandes poderes da europa também vão ser seduzidos pelas universidades. Diversos reis e papas vão fundar universidades.
  • Estas universidades eram autónomas, usufruindo de estatutos, privilégios próprios e autonomia jurisdicional.
  • As primeiras universidades são então as de Paris (especializada em teologia), Bolonha (espcializada em leis/direito)e Oxford.

A expansão do ensino elementar e a fundação das universidades

A filosofia e as sete artes liberais, autoria de Herrad de Landsberg, datada de 1180

  • Os alunos das universidades deveriam ingressar primeiramente na Faculdade das Artes. Devendo frequentar esta entre os 14 aos 20 anos.
  • Nesta faculdade teriam um currículo composto pelo Trivium e o Quadrivium.
  • Trivium composto por lógica, retórica e gramática
  • Quadrivium composto por música, astronomia, geometria e aritmética.
  • Após frequentarem este nível "introdutório" poderiam então ingressar nas Faculdades de Direito, Teologia, Medicina.

A expansão do ensino elementar e a fundação das universidades

Gravura onde está representado D. Dinos, autoe e data desconhecidos

  • À semelhança daquilo que acontecia no resto da europa. Já existiam escolas episcopais em Coimbra e Alcobaça. Contudo, quem quisesse prosseguir estudos teria que ir para o estrangeiro.
  • D. Dinis alerta para este problema vai solicitar ao papa a devida autorização para fundar os Estudos Gerais no reino.
  • A criação destes estudos gerais era vista como fundamental para o desenvolvimento da ciência e da cultura. Como também da centralização do poder régio através da formação de pessoas especializadas em direito.

A universidade em Portugal

Transferência definitiva da Universidade para Coimbra

1537

Os Estudos Gerais voltam a ser transferidos para Coimbra.

Fundação dos Estudos Gerais em Lisboa

Friso cronológico

1288

1308

Transferência dos Estudos Gerais para Coimbra

1338

Transferência dos Estudos Gerais para Lisboa

1354

1377

Transferência dos Estudos Gerais para Lisboa

Figúra 3

Figúra 2

Figúra 1

As personagens históricas de hoje