Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Historia

Start

1.

Peter Paul Rubens

⦁ Nasceu a 28 de junho de 1577 em Siegen, na Vestfália e morreu a 30 de maio de 1640, com 62 anos; ⦁ Fez o aprendizado artístico com Adam Van Noort, depois Tobias Verhaeght e, por fim, Otto Van Veen e em 1598 Rubens completou a sua educação e entrou para a Guilda de São Lucas como Mestre;

+ Info

conclusao

⦁ Peter Paul Rubens foi um artista fértil e multifacetado - as obras sob encomenda foram maioritariamente sobre assuntos religiosos, pinturas "históricas", que incluiam assuntos mitológicos e cenas de caçadas, mas pintou muitos retratos e, no final de sua vida, pintou paisagens. Também projetou diversas tapeçarias e gravuras, além de sua própria casa. ⦁ Foi um dos últimos artistas a fazer uso consistente de painéis de madeira como meio de apoio, mesmo para obras grandes, e utilizou também lona, especialmente quando a obra precisava ser enviada para lugares distantes. Para suas peças de altar, por vezes pintou em ardósia para reduzir eventuais problemas com reflexos.

AS TRES GRAÇAS

A paleta de cores utilizada pelo artista foi muito variada e brilhante, sendo a pele das senhoras uma combinação de cores primárias.

sobre a PINTURA

As Graças são três deusas irmãs da mitologia romana para promover a difusão de uma iconografia que fosse capaz de aludir à harmonia alcançada pelo culto do artes, natureza e vegetação, os fundamentos da alegria humana na vida. As Graças aparecem como três jovens nuas, entre as quais, uma delas aparece de costas, enquanto as outras duas estão viradas para quem as observa.

sobre a PINTURA

Quanto à sua pincelada ela é bem solta, demonstrando grande mestria na pele das musas, dando um grande realismo, além de um excelente conhecimento do corpo humano e outra das qualidades que podem ser observadas é a luminosidade em seu trabalho nos volumes e detalhes da paisagem. As três graças de rubens foi feita entre 1636 e 1639 é uma obra feita a óleo, está montada sobre uma mesa de carvalho e é uma das pinturas que representa a arte barroca. As suas dimensões são 221 centímetros por 181 centímetros. Está exposto no Museu do Prado, localizado na cidade de Madrid.

Hermenegildo Anglada-Camarasa (Hermen)

⦁ Nascido em 11 de setembro de 1871, em Barcelona. ⦁ Foi aluno de Josep Planella e de Tomàs Moragas, pintor relacionado que lhe incutiu o gosto pelo orientalismo, na Escola de Belas de Barcelona. ⦁ Em 1894 partiu para Paris e ali frequenta a Academia Julian, onde contruirá a sua personalidade e a sua carreira.

SOBRE O PINTOR

⦁ Em 1901, depois de participar na Exposição Internacional de Dresde, tornou-se mundialmente conecido, mas com o início da 1ª Grande Guerra Mundial fixou residência em Maiorca e durante a Guerra Civil de Espanha esteve refugiado no Mosteiro de Santa Maria de Montserrat. ⦁ Entre 1939 e 1947 esteve exiliado em França, tendo depois regressado a Maiorca. ⦁ Morreu em 1959 em Puerto de Pollensa (Maiorca).

Na pintura de Anglada Camarasa distinguem-se diversas épocas:

⦁ Época catalã (1885-1894) onde se inicía no estilo naturalista com as paisagens;

⦁ Primeiro período parisiense (1894-1904). A sua pintura evolui do paisagismo verdejante do passado para o colorido pronunciado da vida noturna parisiense da Belle Epoque;

⦁ Período de exílio (1936-1947). Depois de Maiorca ter caído nas mãos dos rebeldes, mudou-se para Barcelona onde encontrou nos relevos de Montserrat uma nova fonte para o seu decorativismo. Também pintou naturezas-mortas de flores. No entanto, acabou por se exilar em França, onde as suas obras, apesar de se destacarem pelo seu brilhantismo anterior, se foram desligando cada vez mais da linha internacional e, no seu regresso a Maiorca, em 1947, voltou à pintura paisagística.

Sonia Klamery

+ Info

Sobre a obra

  • O retrato de Sonia Klamery é uma de suas obras mais famosas de Hermen Anglada e um documento gráfico do papel das mulheres na época. Retrata a Condessa de Pradère, sobre a qual pouco mais se sabe e é um dos retratos mais sensuais do autor.
  • Foi pintado em 1913
  • Aqui são visiveis várias influências artísticas como Fauvismo, Simbolismo e Art Nouveau.

Stuart Davis

⦁ Nasceu em Filadélfia, Pensilvânia, a 7 de dezembro de 1894 e morreu em Nova Iorque a 24 de junho de 1964; ⦁ Filho de um artista gráfico e de uma escultora, Edward Stuart Davis deixou a escola aos 16 anos e foi estudar pintura em Nova York com Robert Henri, líder do grupo conhecido como The Eight (mais tarde absorvido pela escola Ashcan), onde se enfatizava a importância de fazer da vida urbana tema artístico; ⦁ Em 1913, Davis já era bom o suficiente para mostrar cinco aquarelas no Armory Show, a primeira grande exposição nos Estados Unidos de arte europeia de vanguarda, e o evento marcou um ponto de viragem na sua carreira;

Em Conclusão:

⦁ Davis um dos primeiros pintores modernistas americanos, um artista abstrato, conhecido pelas pinturas de arte proto-pop influenciadas pelo jazz das décadas de 40 e 50, ousadas e coloridas, bem como suas fotos da Escola Ashcan nos primeiros anos do século 20; ⦁ As suas pinturas cubistas idiossincráticas de paisagens urbanas pressagiavam o uso de arte comercial e publicidade por artistas pop da década de 1960;

POCHADE

POCHADE

obrigada

óleo sobre tela com as dimensões de 132x 152 cm

pintado entre 1956 e 1958, pertence a um grupo de grandes pinturas sobre tela do período final de Stuart Davis, em que retrabalhou o vocabulário da fragmentação cubista.

O pintor também substituiu sua ênfase anterior na cor por uma óbvia ênfase no uso do desenho. A palavra francesa usada como título refere-se a um esboço ou esboço rápido, embora o trabalho não seja um esboço.

Em conclusão

⦁ Foi, sem dúvida, um importante pintor flamengo e um dos maiores representantes do Barroco na Europa do século XVII.

O Retrato de Sonia, de Klamery, mostra até que ponto um conceito plástico baseado na cor, aplicado com abundância de material, divide o espaço pictórico em ritmos lineares e superfícies coloridas, é decisivo para o resultado final das pinturas a óleo de Anglada Camarasa. A carga erótica e sensual desta obra provoca uma atração magnética baseada em detalhes como a silhueta serpentina, os lábios vermelhos, o olhar penetrante, o coçar do cabelo e o meio-sorriso que lhe conferem um halo misterioso e erótico amplificado pelo ambiente de selva que envolve a paisagem.

⦁ Segundo período parisiense (1904-1914). As cenas de Paris dão lugar a representações do folclore valenciano, tratando estes temas com grande exuberância e cor. Também nesta altura pintou retratos sofisticados, nos quais acompanhou figuras femininas com xailes e motivos florais, e retratou alguns nus com delicadeza e sensualidade, aumentou formatos, escolheu cores de grande intensidade e construiu composições complexas.⦁ Período maiorquino (1914-1936). Anglada concentra-se nas paisagens de Maiorca, retrata ambientes camponeses e costeiros, afastando a figura humana de suas telas. Também dedica uma série aos peixes e fundos marinhos, retratados com cores vivas e brilho.

  • Depois de estar e Itália desde 1600, em setembro de 1609, foi escolhido como o pintor da corte por Alberto VII de Áustria;
  • Em 1610, Rubens mudou-se para uma casa e um estúdio novos, projetados por ele onde acomodava o seu estúdio, a sua coleção de arte pessoal e uma biblioteca;
  • Em 1635, Rubens comprou o Castelo Steen, onde ele passou os seus últimos dias. e as paisagens que pintou refletem a natureza mais pessoal das suas obras finais;

A ênfase nas letras é reforçada pela incorporação de várias palavras na composição -"ANY", "CAT", "NEWS" e "Elite"- e pela limitação das cores ao preto, branco, vermelho e verde.Davis fez várias anotações sobre a obra em três estudos preliminares em papel para Pochade. Para tornar ainda mais clara a sua obsessão pelo desenho, produziu duas grandes pinturas sobre tela com a mesma imagem de Pochade mas sem usar cor, demonstrando assim que era possível causar um impacto poderoso com menos e mais poupados meios