Want to make creations as awesome as this one?

AULA 23 ABRIL 6ºF

Transcript

Texto poético:"a cor da liberdade " (JORGE DE SENA)turma 6ºF

começar

a cor da liberdade

Não hei-de morrer sem saber qual a cor da liberdade.Eu não posso senão ser desta terra em que nasci. Embora ao mundo pertençae sempre a verdade vença, qual será ser livre aqui, não hei-de morrer sem saber. Trocaram tudo em maldade,é quase um crime viver. Mas, embora escondam tudoe me queiram cego e mudo, não hei-de morrer sem saber qual a cor da liberdade. Jorge de Sena, Fidelidade(1958)

ANÁLISE INTERNA

ANALISE EXTERNAVERSOS E CLASSIFICAÇÃO DE ESTROFES

ANALISE EXTERNAESQUEMA RIMÁTICO E TIPO DE RIMA

ANÁLISE INTERNA

Na primeira estrofe, o poeta revela esperança em querer saber o que é ser livre. Na segunda estrofe, o poeta relata a falta de liberdade em Portugal, e quanto isto lhe pode causar angústia. Na terceira estrofe, o poeta revela revolta e intensifica o assunto repetindo os dois primeiros versos do poema.

ADJETIVOS que caracterizam o estado de espírito do poeta

ESPERANÇOSO

ANGUSTIADO

REVOLTADO E ESPERANÇOSO

ANALISE EXTERNAVERSOS E CLASSIFICAÇÃO DE ESTROFES

O poema tem 14 versos e 3 estrofes.1ª estrofe tem 2 versos e é um DÍSTICO.2ª estrofe tem cada uma 6 versos, é uma SEXTILHA. 3ª estrofe tem cada uma 6 versos, é uma SEXTILHA.

ANALISE EXTERNA: ESQUEMA RIMÁTICO E TIPO DE RIMA

BOM TRABALH0!!!

Podem responder, de forma individual, ao questionário que se encontra no fim da vossa tarefa de grupo.