Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

NG7 - DR3 - CiênciaTécnicas de Procriação Medicamente Assitida

Sílvia PereiraNicole Lourenço

ESC2

FERTILIZAÇÃO IN VITRO

A procriação medicamente assistida é um conjunto de técnicas e tratamentos médicos destinados a favorecer a gravidez em caso de problemas de fertilidade masculina, feminina ou ambos.

Procriação Medicamente Assistida

ÍNDICE

1.

Infertilidade

2.

Causas Gerais

3.

Causas Relacionadas com o Sexo

4.

FIV

5.

Quando é utilizada?

6.

Etapas

7.

8.

Webgrafia

Curiosidades

A infertilidade pode ser definida como a incapacidade de obter uma gravidez clínica, após 12 meses de relações sexuais regulares e desprotegidas, devido a um comprometimento da capacidade de reprodução de uma pessoa, enquanto indivíduo ou com o parceiro.

1. Infertilidade

INFERTILIDADE

Álcool: O consumo excessivo de álcool pode reduzir a qualidade do esperma do homem.Uso de drogas: Alguns medicamentos com ou sem prescrição e drogas recreativas podem afetar a fertilidade do homem e da mulher. Tabagismo: Já foi demonstrado que fumar (inclusive o fumador passivo) reduz a fertilidade das mulheres e afeta a qualidade do esperma nos homens. Stress: Altos níveis de stress têm mostrado ter impacto na fertilidade do homem e da mulher.

2. Causas Gerais

CAUSAS GERAIS DA INFERTILIDADE

3. Causas Relacionadas com o Sexo

Feminina

80% dos casos de esterilidade feminina deve-se principalmente a:

  • Endometriose: quando o tecido uterino se encontra fora do útero;
  • Lesão nas trompas de falópio;
  • Idade reprodutiva avançada: a partir dos 35 anos o potencial de reprodução diminui e depois dos 40 anos a possibilidade de engravidar é inferior a 10%;
  • Outros fatores de risco: miomas (tumor benígno no útero), doenças sexualmente transmissíveis e doenças crónicas.

Masculina

Quanto ao homem, as principais causas de infertilidade são:

  • Alterações do trato genital que impossibilita o depósito do esperma no fundo da vagina durante a relação sexual;
  • Problemas de ereção;
  • Obesidade extrema;
  • Alterações na produção de esperma (diminuição da quantidade e da qualidade do mesmo)

Após 2 a 5 dias de desenvolvimento em laboratório, um a dois embriões são transferidos para o útero da mulher. Segundo o Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a taxa de sucesso da fertilização in vitro é de cerca de 25% a 35%.

A fertilização in vitro é uma das técnicas de procriação medicamente assistida autorizadas em Portugal. É um tratamento em que, após um período de estimulação dos ovários da mulher, é feita uma colheita de oócitos, que são fecundados em laboratório com recurso a espermatozoides do parceiro (ou a gâmetas de dador).

4. FIV

FERTILIZAÇÃO IN VITRO

O procedimento é indicado nos seguintes casos:

5. Quando é Utilizada?

QUANDO É UTILIZADA A FIV?

  • Ausência, bloqueio total ou parcial das trompas;
  • Idade avançada da mulher;
  • Endometriose;
  • Distúrbios na ovulação;
  • Infertilidade sem causa aparente;
  • Baixa contagem de espermatozoides (menos de 5 milhões);
  • Ausência de gametas (células reprodutoras) no sêmen;
  • Para casais homoafetivos que desejam ter filhos biológicos;

6. Fases

FASES DA FERTILIZAÇAO IN VITRO

Fase 1: Controlar o ciclo menstrual - impede os ovários de libertar oócitos II antecipadamente; Fase 2: Estimulação ovárica - envolve administração de injeções hormonais para estimular os ovários no desenvolvimento de vários folículos;Fase 3: Colheita de oócitos e espermatozoides - quando os oócitos II estiverem em fase de maturação final, a mulher irá receber uma injeção da hormana HCG para promover a ovulação e no mesmo dia será recolhida uma amostra do sêmen do dador masculino;Fase 4: Fertilização e desenvolvimento embrionário - Seleção de espermatozoides e oócitos II com maior potencial para se efetuar a fecundação em laboratório;Fase 5: Tranferência do embrião - Tansferência de um ou dois embriões para o útero, para ser implantado.Fase 6: Suporte da fase lútea (após a ovulação) - Iniciação da administração da progesterona (hormona sexual), após a colheita dos oócitos II;

- Em Portugal, o primeiro ciclo terapêutico de FIV foi efetuado no Hospital de Santa Maria/ Faculdade de Medicina de Lisboa (equipa dirigida pelo Prof. Doutor Pereira Coelho) em julho de 1985. A primeira criança portuguesa cuja fecundação ocorreu por FIV nasceu no dia 25 de fevereiro de 1986.Esse bebé acabou por ser Carlos Saleiro, um antigo jogador do Sporting.

7. Curiosidades

CURIOSIDADES

- Quem utiliza o método da Fertilização In Vitro tem maior probabilidade de ter gémeos.

https://reproduce.com.br/5-curiosidades-sobre-a-fiv/

https://www.cnpma.org.pt/cidadaos#:~:text=Em%20Portugal%2C%20o%20primeiro%20ciclo,nasceu%20em%20fevereiro%20de%201986.

https://www.fertility.com/pt-pt/tratamento-fertilidade/opcoes-tratamento/fertilizacao-in-vitro.html

https://materprime.com.br/tratamentos/fertilizacao-in-vitro/#:~:text=A%20Fertiliza%C3%A7%C3%A3o%20in%20Vitro%20%C3%A9,deslocamento%20dos%20%C3%B3vulos%20pelas%20trompas.

https://www.theramex.com/pt/com-que-frequencia-e-porque-acontece-a-infertilidade/#:~:text=A%20infertilidade%20pode%20ser%20classificada,%C3%A9%20incapaz%20de%20conceber%20novamente.

https://ivi.pt/perguntas-frequentes/causas-da-infertilidade/

https://repositorio.ismt.pt/server/api/core/bitstreams/da9239df-c1fc-44e6-94c4-3a637f1df4da/content

https://ivi.pt/tratamentos-procriacao-assistida/#:~:text=A%20procria%C3%A7%C3%A3o%20medicamente%20assistida%20%C3%A9,fertilidade%20masculina%2C%20feminina%20ou%20ambos.

8. Webgrafia

Webgrafia

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a infertilidade afeta aproximadamente 8 a 12% da população mundial.

OMS