Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Vitor Inácio Nº188ºE

-António Nobre

"Menino e Moço"

  • António Nobre foi um poeta português,nascido no Porto em 1867.
  • Ele é conhecido pela sua obra "Só", que o destacou como um dos principais poetas simbolistas de Portugal.
  • Explorou temas como melancolia, saudade e solidão em sua poesia.
  • Após problemas de saúde, faleceu aos 32 anos, deixando um legado importante na literatura portuguesa.

anTÓNIO NOBRE

Menino e Moço

Tombou da haste a flor da minha infancia alada, Murchou na jarra de oiro o pudico jasmim:Voou aos altos céus Sta Aguia, linda fada, Que d'antes estendia as azas sobre mim. Julguei que fosse eterna a luz d'essa alvorada, E que era sempre dia, e nunca tinha fim Essa vizão de luar que vivia encantada, N'um castello de prata embutido a marfim! Mas, hoje, as aguias de oiro, aguias da minha infancia,Que me enchiam de lua o coração, outrora, Partiram e no céu evolam-se, a distancia!Debalde clamo e choro, erguendo aos céus meus ais: Voltam na aza do vento os ais que a alma chora; Ellas, porém, Senhor! ellas não voltam mais...

Tema e assunto

  • O tema geral da obra pode ser considerado a reflexão sobre a passagem do tempo e as mudanças que ocorrem ao longo da vida.
  • O assunto do poema é a comparação entre a visão do mundo e as emoções de um menino e as de um jovem. O poeta reflete sobre como a inocência e a pureza da infância se transformam à medida que se entra na adolescência e na idade adulta.

-Este poema pode ser classificado como uma obra da poesia lírica,como a expressão dos sentimentos pessoais do autor. A linguagem poética é utilizada para transmitir emoções e reflexões sobre a passagem do tempo, a infância e a juventude.

Recursos expressivos e classificação do texto poético

  • Metáforas e comparações: descreve as diferentes fases da vida, como quando compara o menino ao sol e o moço à lua;
  • Anáforas: utiliza repetições de palavras como a repetição de "Menino e Moço" ao longo do poema, destacando a dualidade entre as duas fases da vida.
  • Simbolismo: O uso de símbolos, como o sol e a lua, pode representar diferentes aspectos da vida e da passagem do tempo.
  • Nas quadras o esquema rimático abab, é constituido rimas cruzadas.
  • Nos tercetos, o esquema rimático aba cbc é constituido a rima a e c cruzada e a rima b interpolada.
  • O poema é composto por 4 estrofes, 2 estrofes com 4 versos e 2 estrofes com 3 versos, ou seja, uma quadra seguida terceto ou soneto.

Classificação de estrofes e rimas

Tombou da haste a flor da minha infancia alada, a Murchou na jarra de oiro o pudico jasmim: bVoou aos altos céus Sta Aguia, linda fada, a Que d'antes estendia as azas sobre mim. b Julguei que fosse eterna a luz d'essa alvorada, a E que era sempre dia, e nunca tinha fim b Essa vizão de luar que vivia encantada, a N'um castello de prata embutido a marfim! b Mas, hoje, as aguias de oiro, aguias da minha infancia, aQue me enchiam de lua o coração, outrora, b Partiram e no céu evolam-se, a distancia! aDebalde clamo e choro, erguendo aos céus meus ais: cVoltam na aza do vento os ais que a alma chora; bEllas, porém, Senhor! ellas não voltam mais... c

Conclusão

Quem foi António Nobre?Foi um poeta português destacado como um dos principais poetas simbolistas de Portugal.Qual é o tema e o assunto do poema?Fala sobre as mudanças que ocorrem ao longo da vida e a comparação das emoções de um menino e as de um jovem.Quais são os recursos expressivos do poema e a classificação do texto poético?-Metáforas, anáforas e simbolismos.-É uma obra lírica.Qual é a classificação de estrofes e rimas?- 2 quadras; 2 tercetos- Nas quadras são rimas cruzadas e nos tercetos a rima a e c é cruzada e a rima b é interpolada.