Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Apresentação

historia

Luana Opinião, nº13 & 9º62024

iniciar?

bem vindo (a) á minha apresentação!

apenas veja a minha apresentaçao e depois me diga oq achou!

ResuMO, MANUAL (PG. 136 Á 153)

"INdice sobre o que eu vou falar"

1.A manutençao do regime autoritário em Portugal

2. T1

3. T2

4. Estagnação e desenvolvimento económico em Portugal

5. T1

6. T2

7. T3

8. A Guerra Colonial

9. T1

10. T2

11. T3

12. A desagregação e o fim do Estado Novo

13. T1

14. T2

15. T3

"indice sobre o que eu vou falar"

16. A revolução democrática

17. T1

18. T2

19. T3

20. A independencia das colónias e o retorno dos nacionais

21. T1

22.T2

23. T3

24. As instituiçoes democráticas e a integração na CEE

25. T1

26. T2

27. T3

A manutençao do regime autoritário em portugal

1º Tema, Pg 138.

t1- Como reagiu salazar á pressão para democratizar o regime?

-(...) em 1945, concedeu uma amnistia parcial a "Condenados por crimes contra a segurança exterior e interior do estado", reorganizou a PVDE ( Policia de Vigilancia e Defesa dp Estado), que passou a chamar-se PIDE (Policia Internacional e Defesa do Estado), permitiu alguma liberdade de impresa, dissolveu a Assembleia Nacional e prometeu eleições livres.

-Em 1949, Portugal foi admitido como um dos países fundadores da NATO e, em 1955, como membro da ONU.

T2- como conseguiu salazar integrar portugalno mundo pós-guerra?

Estagnação e desenvolvimento económico em portugal

2º Tema, Pg 140.

t1- qual era a situaçao da economia portuguess após a ii gurra mundial?

-Até finais da primeira metade do século XX, Portugal tinha uma das economias mais atrasadas da Europa.-A partirdos anos 50, iniciou-se um período de crescimento económico que durou até aos anos 70.

-Em 1945, ano em que terminou a II Guerra Mundial, a agricultura continuava a ser, em Portugal, a principal atividade económoca. (...)na decada de 50, houve muitas pessoas mifraram para as cidades do litoral, outros emigraram para o Brasil na dedaca de 60

T2- como evoluiu a agricultura portuguesa nas decadas de 50 e 60?

As décadas de 1950 e 1960 foram anos de grande crscimento industrial em Portugal. Para isso contribuiram fiderentes fatores, entre os quais:-A aceitação do auxílio financeiro do Plano Marshall, apesar da recusa inicial, tendo Portugal sido um dos países fundadoresda OECE (Oganizaçao Europeia de Cooperação Economica), criada para gerir a ajuda norte-americana;-. O terceiro, aplicado entre 1968 e 1973, incluiu o ínicio da construção do complexo industrial de Sines, que é hoje um dos polos industriais mais promissores em Portugal;-Em 1960, Portugal aderiu ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e á Associação Europeia de Comércio Livre (EFTA), de que foi membro fundador,e, em 1962, aderiu ao Acordo Geral Sobre Pautas Aduaneiras e Comércio (GATT).Por ultimo, em 1972, Portugal celebrou um acordo preferencial com a CEE.

T3- o que permitiu o crescimento industrial de portugal a partir dos ANOS 50?

a guerra colonial

3º Tema, Pg 142.

t1- o facilitou o cresciment0 dos moviment0s independistas?

-Após a II Guerra Mundial, o princípio do direito dos povos á autodeterminação e á independência passou a ser defendido pelas principais potências e organizações internacionais, com destaque para ONU.-(...) Portugal, que dominava entao territórios em África (Cabo Verde, Guiné, São Tomé e príncipe, Angola e Moçambique) e na Ásia (Goa, Damão, Diu, Timor e Macau), não acompanhou esta tendência, alegando ser um Estado unitário, multirracial e pluricontinental. (...)

-A Guerra Colonial, tambem conhecida por Guerra do Ultramar.Estendeu-se depois á Guiné, onde forças do PAIGC (Partido Africano para a Independencia da Guiné e Cabo Verde) atacaram o quartel de Tite, a 23 de janeiro de 1963, e a Moçambique, com os primeiros ataques da FRELIMO (Frente de Libertação de Moçambique), em setembro de 1964.-Em dezembro de 1961, a União Indiana, que se tornara independente em 1948, invadiu e ocupou os territorios de Goa, Damão e Diu

T2- COMO TEVE INICIO E SE DESENVOLVEU A GUERRA COLONIAL?

-Para combater em Angola, Guiné e Moçambique, foram enviados cerca de 800 000 soldados portugueses, dos quais morreram 10 409, a maioria em combate e os restantes em acidentes de viação e com armas, entre outras causas.((Do lado africano terão morrido 28 226 guerrilheiros e um número muito superior de civis.))-Para Portugal, o esforço de guerra acabou por desviar recursos humanos e materiais que poderiam ter contribuido para um maior crescimento da economia portuguesa, que, como já vimos, foi insuficiente, pois persisitiu um elevado grau de pobreza e um grande fluxo emigratorio.

T3- QUAIS FORAM OS CUSTOS HUMANOS E ECONOMICOS DA GUERRA?

a desagragação e o fim do estado novo

4º Tema, Pg 144.

t1- que mudanças políticas marcaram a governaçao de marcelo caetano?

Na primeira fase da sua governação, conhecida por Primavera Marcelista", Marcelo Caetano tomou medidas que apontavam para a liberatazaçao do regime:-moderou provisoriamente a censura, que em 1969 passou a chamar-me Exame Prévio, e da PIDE, renomeada Direção-Geral de Segurança, em 1970;-Autorizou o regresso de alguns exilados políticos , como Mário Soares e D. Antonio Ferreira Gomes, bispodo Porto;-Permitiu a integraçao de politicos liberais, dos quais fazia Parte Francisco Sá Carneiro, nas listas da Uniao Nacional, que se passou a chamar Açao Nacional Popular depois de 1970; (...)

-Das medidas tomadas por Marcelo Caetano na area social, destacam-se o alargamento do abono de familia e da Caixa de Previdencia as populaçoes rurais e a criaçao da Assistencia na Doença aos Servidores Civis do Estado (ADSE). Em materia de educaçao , teve especial relevo a reforma do ensino, lançada pelo entao ministro da Educaçao, Veiga Simao, que foi considerada o marco mais relevante do sistema de ensino criado pelo Estado Novo.

T2- O QUE FEZ MARCELO CAETANO NAS ÁREAS SOCIAL, EDUCATIVA E ECONOMICA?

O crescimento económico decorrente das medidas tomadas por Marcelo Caetano foi, em grande parte , travado pela crise petrolifera de 1973.Após as eleções de 1969, que voltaram a ser fraudulentas e deram á União Nacional todos os lugares da Assembleia Nacional, a Censura/Exame Prévio e a PIDE/DGS reforçaram a sua atuação, levando vários opositores ao regime a exilar-seEm 1973, os militares criaram, na clandestinidade, o Movimento das Forças Armadas (MFA), que, na madrugada do dia 25 de abril de 1974, iniciou um golpe militar que pôs fim ao regime ditatorial

T3- O QUE LEVOU AO FIM DO ESTADO NOVO?

A REVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA

5º Tema, Pg 146.

t1- QUAIS FORAM AS PRIMEIRAS MEDIDAS REVOLUCIONÁRIAS?

Para assegurar a governação, o MFA criou uma Junta de Salvação NacionalAs suas primeiras medidas foram:-Suprimir as estruturas políticas e repressivas do Estado Novo e pôr fim á Guerra Colonial;-Autorizar o regresso a Portugal dos exilados políticos;-Aprovar a formação de partidos políticos e de sindicatos livres.

-Nacionalizou os bancos, as companhias de seguros e as grandes empresas;-Criou o Conselho da Revolução, que substituiua Junta de Salvação Nacional;-Iniciou a Reforma Agrária, com a ocupação dos grandes latifúndios do Ribatejo e do Alentejo por trabalhadores rurais, que se organizaram em UCP (Unidades Cooperativas de Produção).

T2- que dificuldade enfrentou a implatação da democracia em portugal?

A 25 de Novembro de 1975, a tensão atingiu o limite. Elementos identificados como com a esquerda radical desencadeiam um golpe militar, ao qual se opuseram militares que apoiavam o Grupo dos Nove.Seguindo um plano militar concedido por Ramalho Eanes, as forças moderadas venceram, pondo fim ao PREC e criando condições para construir uma democracia parlamentar e uma sociedade democratica livre.

T3- como se concluiu o processo revolucionário?

a independencia das colonias e o retorno dos nacionais

6º Tema, Pg 150.

t1- como se desenvolveu o processo de descolonização?

Ainda em 1975, foram declarados Estados inpendentes Moçambique, a 25 de junho, Cabo Verde, a 5 de junho, São Tomé e Príncipe, a 12 de julho, e Angola, a 11 de Novembro

Em Moçambique, houve guerra civil de 1977 a 1992, entre a FRELIMO e a RENAMO (Resistência Nacional de Moçambique), Organização anticomunista formada em 1975.

T2- que problemas causou d descolonização?

Em 1996, Portugal, os Países africanos de Língua oficial Portuguesa (PALOP) e o Brasil criaram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a que a juntaram Timor-Leste, em 2002, e a Guiné Equatorial, em 2014.

T3- como evoluiram as relações entre portugal e as suas ex-colonias?

aS INSTITUIÇÕES DEMOCRÁTICAS EA INTEGRAÇÃO NA CEE

7º Tema, Pg 152.

t1- como se organizou o regime democrático em portugal?

A constituição de 1976 promoveu a descentralização do poder através:-do poder autárquico , exercido por juntas de freguesia, câmaras municipais e assembleias de freguesia e municipais;-de criação das regiões autónomas da Madeira e dos Açores, nas quais o poder é exercido por assembleias e governos regionais.

A mudança de regime em Portugal ocorreu num período de crise rconómia mundial, relacionada com os choques petrolíferos dos anos 70. (...)As dificuldades financeiras obrigaram Portugal a pedir emprestimos ao fundo Monetario Internacional, em 1977 e em 1983. Essa intervenção impôs sempre a aplicação de medidas de austeridade.

T2- QUE PROBLEMAS ECONÓMICAS ENFRENTOU A DEMOCRACIA PORTUGUESA?

O desenvolvimento da vocação europeia, consolidada após a implantação do regime democrático, encorajou Portugal a pedir a adesão á Comunidade Económica Europeia, em 1977, tendo-se tornado membro em 1986.(...) Portugal começou a receber, então, fundos dos quadros comunitários de apoio que permitiram a modernização das infraestruturas do país e contribuíram para a melhoria do nível de vida dos Portugueses, que se aproximou da média europeia.

T2- qual importÂncia da adesão de portugal á cee?

ESTE TRABALHO CHEGOU AO FIM!

-acabado ás 12:20.

MUITO OBRIGADO!!

agradeço a vossa preciosa atençao!