Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

5. Intertextualidade

1.O POETA

2. O POEMA

3. ANALISE EXTERNA

4. ANÁLISE INTERNA

As palavras

EUGÉNIO DE ANDRADE

2. O poema

Tema: reflexão do valor das palavrasFaz parte de um dos temas dos poetas contemporêneos: Tradição Literária

AS PALAVRAS

São como um cristal,as palavras. Algumas, um punhal, um incêndio.Outras, orvalho apenas. Secretas vêm, cheias de memória. Inseguras navegam: barcos ou beijos, as águas estremecem.

Desamparados, inocentes,leves. Tecidas são de luz e são a noite. E mesmo pálidasverdes paraísos lembram ainda.Quem as escuta? Quem as recolhe, assim, cruéis, desfeitas, nas suas conchas puras?

Play

Assunto

De uma maneira metafórica, o poeta tenta interpretar o valor polissémico das palavras. Todo o poema reflete, sobre o processo de construção das palavras

1. O poeta

Eugénio de Andrade, pseudónimo deJosé Fontinhas.

- Nasceu a 12 de Janeiro de 1923 no Fundão- Foi poeta, escritor, tradutor, galardoado com vários prémios (em Setembro de 2003 a sua obra Os sulcos da sede foi distinguida com o prémio de poesia do Pen Clube Português).- Faleceu em 13 de junho de 2005, no Porto.

3. Estrutura Externa

»Irregularidade estrófica, rimática e métrica»É constituido por quatro estrofes, duas sextilhas e duas quadras.»20 versos»A maioria dos versos são soltos»Existe apenas uma rima que é cruzada no verso 1 e 3: "São como um cristal, as palavras. Algumas, um punhal"

O poema é divido em duas partes lógica: 1ª: três primeiras estrofes. 2ª: última estrofe.Na primeira parte o “eu” poético faz tentativas de definição das palavras, e na segunda e última o “eu” faz uma interpelação aos leitores acerca das palavras.

Desamparados, inocentes,leves. Tecidas são de luz e são a noite. E mesmo pálidasverdes paraísos lembram ainda.Quem as escuta? Quem as recolhe, assim, cruéis, desfeitas, nas suas conchas puras?

São como um cristal,as palavras. Algumas, um punhal, um incêndio.Outras, orvalho apenas. Secretas vêm, cheias de memória. Inseguras navegam: barcos ou beijos, as águas estremecem.

comparação

personificação e metáfora

+Info

enumeração

4. Estrutura Interna

antitese e repetição

enumeração

interrogação retórica

Recursos expressivos

Todo o poema é metafórico

metáfora

paradoxo

São como um as palavras. Algumas, um um Outras, apenas. Inseguras navegam:as águas estremecem.

Secretas vêm, cheias de memória.

Cada palavra carrega um significado ou vários, carregam uma história, segredos. Com o passar do tempo, evoluem e ganham novos segredos, novos significados. Acompanham a humanidade como instrumento de comunicação.

leves. E mesmo verdes paraísos lembram ainda.as recolhe, assim, cruéis, desfeitas, nas suas conchas puras?

incêndio.

Quem as escuta? Quem

O autor realça o dever do leitor de interpretar a perguntas retóricas, assim como todas as palavras escritas de modo a atribuir-lhes sentido, de acordo com as suas vidas e histórias pessoais.

Tecidas são de luze são a noite.

Paradoxo simbólico - Noite/Dia, Sombra/Luz

pálidas

Desamparados, inocentes,

Desamparadas = ao alcance de todos, Inocentes = por si não contêm qualquer mal, este advém do uso e do abuso, Leves = sem a carga conotativa que alcançam no texto.

punhal,

orvalho

barcos ou beijos

cristal,

Punhal: remete para crueldade, dor e agressividade. - agressividade - crueldade - morte - sofrimento

Incêndio: é destruição, queima e magoa, também é sofrimento. - destruição - violência impetuosa - purificação

Orvalho: suavidade, delicadeza, refresco e revitalidade, esperança, assim como a calma.

-entre palavras e barcos pode-se estabelecer a relação de viagem: insegurança, quer das palavras, quer dos barcos; as palavras agitam as pessoas; -entre palavras e beijos pode-se estabelecer a relação de amor: ninguém fica indiferente às palavras, nem as pessoas aos beijos.

o autor reconhece que, mesmo que as palavras não sejam intensas (menos boas), ainda assim, podem lembrar-nos locais muito bons como “verdes paraísos”.

A oposição positividade vs. negatividade tem a ver com as contradições que as palavras contêm. Uma palavra pode significar duas coisas completamente opostas depende apenas da intenção de quem as diz.

A oposição positividade vs. negatividade tem a ver com as contradições que as palavras contêm. Uma palavra pode significar duas coisas completamente opostas depende apenas da intenção de quem as diz.

As palavras são «tecidas», ou seja, alcançam sentido quando colocadas num texto, que é um tecido, uma teia, onde se cruzam os vários sentidos.

Cristal- qualidade, poder, preciosidade, transparência mas também pode contem várias faces. Luz (as palavras = sentidos) Reflexo (da realidade) Transparência (as palavras devem transmitir a verdade , pureza interior, inocência ) Multiplas faces (vários sentidos das palavras , ou os seus vários ângulos ).

5.Intertextualidade

Play

+Info

'Cause what kind of guy would I beIf I was to leave when you need me most What are wordsIf you really don't mean themWhen you say themWhat are wordsIf they're only for good timesThen they don't When it's love Yeah, you say them out loud Those words, they never go away They live on, even when we're gone

Conclusão

É um poema metafórico.O seu tema é a reflexão do valor das palavras.Enquadra-se no tema contemporâneo Tradição Literária, e toma como inspiração as rimas de Camões.A mensagem que se passa é que conforme os momentos, as pessoas, a forma como são proferidas, as palavras têm estes diferentes papéis.É um poema irregular metricamente, estróficamente e rimático tendo apenas uma rima.

Quizziz

  • Generate experiences with your content.
  • It’s got the Wow effect. Very Wow.
  • Make sure your audience remembers the message.
  • Activate and surprise your audience.

Create a new layer with all the Genially features.

Bring it to life with an interactive window

Got an idea?

  • Generate experiences with your content.
  • It’s got the Wow effect. Very Wow.
  • Make sure your audience remembers the message.
  • Activate and surprise your audience.

Create a new layer with all the Genially features.

Bring it to life with an interactive window

Got an idea?