Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Reserva Natural

do estuário do tejo

Start

Inês Pocinho nº11 10º1

Indíce

final

conclusão

Prós e contras

habitats

fauna

flora

clima

hidrogeologia

geologia

caracterização

classificação

Introdução

A Reserva Natural do Estuário do Tejo, situada na costa de Portugal, é uma área protegida muito importante. Este ecossistema abrange uma extensa área onde o rio Tejo se encontra com o Oceano Atlântico, criando uma riqueza de habitats naturais e uma grande diversidade biológica. Ao longo deste trabalho, exploraremos o seu clima, a sua fauna, flora, geologia, habitats e muito mais.

Introdução

Read more

O estuário do Tejo tem um papel muito importante em relação à ecologia e ecónomia já que este se estende ao longo do curso do rio, logo é extremamente rico em relação a biodiversidade, este tem também imenso valor biológico, com a produção de nutrientes minerais e orgânicos, com a assimilação de detritos e com a manutenção do ciclo do azoto e do enxofre.

Classificação

Read more

A reserva natural do Estuário do Tejo tem uma area de 14.416,21 Ha, abrangendo uma extensa superfície de águas estuarinas, campos de vasas recortados por Esteiros, Mouchões, Sapais, Salinas e Lezírias.

Caracterização

Read more

Atualmente a morfologia do estuário do Tejo é muito irregular e apresenta recortes caprichosos o que nos mostra uma evolução complexa, e que nos mostra também que no final do período terciário início do quaternário o estuário terá tido características muito diferentes.

Geologia

No estuário do Tejo o caudal médio anual do rio é de cerca de 400 m3/s, e quando ocorrem cheias é de cerca de 14.000 m3/s.Os tempos de enchente destas marés são mais longos do que os de vazante. Sendo assim o Estuário do Tejo está na classe dos estuários mesotidais.

Hidrogeologia

O clima da região é do tipo mediterrânico onde dezembro e janeiro são os meses mais frios e chuvosos e julho e agosto são os mais quentes e secos. A temperatura média diária do ar ronda entre os 16 e os 17,5 °C e a precipitação anual entre os 600 a 700 mm, sendo os ventos predominantes do quadrante norte.

Clima

Read more

Na reserva natural do estuário do tejo Destaca-se a grande mancha halofitica, Esta é sobretudo constituída por gramíneas e arbustos de pequeno porte. Estas plantas constituem os principais produtores primários do estuário. A Spartina maritima também conhecida como morraça também é predominante, dando as condições necessárias para o desenvolvimento de gramata-branca e a gramata.

Flora

No estuário e nas áreas terrestres adjacentes são encontradas 35 espécies de mamíferos, 194 espécies de aves com presença regular, 9 espécies de répteis, e 11 de anfíbios. Há 101 espécie de peixe no estuário mas apenas 40 de presença regular. Algumas espécies são a Garça Vermelha ou Imperial, o Ganso Comum, a Tarambola Cinzenta, o Alfaiate e a Marrequinha, passando ainda pelo estuário algumas espécies como os Flamingos e o Maçarico de Bico Direito. Em relação a peixes há algumas espécies como o Charroco, o Biqueirão, e em maior número o Caboz d´Areia.

Fauna

Read more

O corpo central das águas estuarinas é vital para a manutenção dos estoques de peixes costeiros, como robalo, linguados e corvina. Também serve como área de desova e crescimento para várias espécies, incluindo anchovas e peixes diádromos. Além disso, abriga uma diversidade de habitats prioritários, como campos de vasa, sapais, caniçais e salinas, que são essenciais para a vida selvagem, incluindo aves migratórias e várias espécies de peixes.

Habitats

Contras

Também tem alguns aspetos negativos como:- O acesso limitado a algumas partes - O clima que pode nem sempre ser o melhor já que o estuário se situa numa zona costeira- A distância já que para algumas pessoas, a reserva pode estar localizada longe

Prós

A Reserva Natural do Esturiario do Tejo tem algums aspetos muito positivos como:- A observação de aves e varios outros seres vivos que não são comuns - As atividades ao ar livre como os passadiços e até para o ciclismo

Read more

Read more

Prós e Contras

Em suma, a Reserva Natural do Estuário do Tejo é um local muito interessante para quem gosta da vida animal, principalmente de aves, e tem ainda os seus passadiços e a sua beleza natural.

Conclusão

Obrigada!

Passeios do Estuário do Tejo

Flora

Nos sítios onde a maré chega menos vezes ou existe mais água doce há plantas como o Valverde dos sapais, o malmequer da praia, a madorneira-bastada, o Limónio e a salgadeira.

Geologia

O estuário do Tejo apresenta diversas formas de geometria e parâmetros morfológicos podendo ser dividido em quatro zonas distintas: a zona mais a montante que apresenta uma morfologia deltaica que é caracterizada por um sistema de mouchões , Esteiros e grandes espraiados de maré. A segunda Zona do estuário conhecido como mar da Palha estende-se até ao Cais do Sodré e é mais profunda que a anterior e a maior zona e é caracterizada por ser uma espécie de mar interior onde desaguam alguns rios e ribeiras. A terceira zona do estuário apresenta uma morfologia de um canal que em alguns pontos pode chegar atingir 40 m de profundidade e na suas margens estão a cidade de Lisboa e Almada. A quarta zona do estuário dar lugar as águas marinhas e é um terminal.

Classificação

Para além disto este reservatório também é um grande habitat de aves migradoras que são um precioso valor natural.

Localização do Estuário do Tejo

Habitats

A Lezíria, uma planura formada ao longo dos séculos, oferece habitat para aves estepárias e outras espécies, complementando a riqueza ecológica da região.

Esta reserva passa pelos conselhos de Alcochete, Benavente e Vila Franca de Xira, não passando dos 11 m de altitude e 10 m de profundidade. Este estuario é conhecido pelo seu sapal mas principalmente pela aviuna aquática, que atribui ao estuário do Tejo o título de mais importante zona húmida do país e uma das mais importantes da Europa.

Caracterização