Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

Transcript

Processos mentais

Processos cognitivos, memorização, inteligência e aprendizagem.

Processos Mentais

Existem 3 tipos de processos mentais: o cognitivo, o emocional e o motivacional.

Adaptação Sensorial

A adaptação sensorial é a tendência para o declínio da capacidade de resposta a estímulos imutáveis, constantes ou repetitivos.

Sensação

A sensação é a reação dos órgãos recetores sensoriais aos estímulos do meio.

Perceção

O que é?

Diferenças

Entre a sensação e a perceção.

Sentidos

Limiares

Sentidos e perceção

tIPOS DE PROCESSOS

Existem três tipos de processos: - Processos cognitivos; - Processos emocionais; - Processos motivacionais.

Processos Cognitivos

Processos emocionais

Processos Motivacionais

Organização conceptual

A organização conceptual é a forma como percebemos o que nos rodeia.

A organização perceptual envolve um conjunto de aspetos que, desde cedo, despertaram a curiosidade dos psicólogos, em particular dos associados ao movimento gestalt ou psicologia da forma. O gestaltismo defendia que organizamos a realidade separando figura e fundo e agrupando as unidades perceptivas.

Organização conceptual

Princípios de argumentação

Constãncia percetiva

Processos mentais

Processos cognitivos, memorização, inteligência e aprendizagem.

Memória

A memória é a habilidade para adquirir e conservar informação ou representações da experiência passada.

Adaptação Sensorial

A adaptação sensorial é a tendência para o declínio da capacidade de resposta a estímulos imutáveis, constantes ou repetitivos.

Efeitos de primazia e recência

O efeito de primazia acontece quando temos mais tendência a memorizar as primeiras palavras e o efeito de recência é quando temos mais tendência a memorizar as últimas palavras.

Memórias implícitas e explícitas

Sentidos

Limiares

Sentidos e perceção

Teoria dos processos de informação

As teorias do processamento da informação separam a memória em três subsistemas.

Memória Sensorial

memória de Curto Termo (Mct)

MEMÓRIA DE LONGO PRAZO (mlt)

Organização conceptual

A organização conceptual é a forma como percebemos o que nos rodeia.

A organização perceptual envolve um conjunto de aspetos que, desde cedo, despertaram a curiosidade dos psicólogos, em particular dos associados ao movimento gestalt ou psicologia da forma. O gestaltismo defendia que organizamos a realidade separando figura e fundo e agrupando as unidades perceptivas.

Organização conceptual

Princípios de argumentação

Constãncia percetiva

Memória

A memória é a habilidade para adquirir e conservar informação ou representações da experiência passada.

As operações de criar, reter e recordar são interdependentes, o sistema de memorização só funciona eficazmente se procedermos à codificação, ao armamento e à recuperação da informação. - Codificação (criação): Transformações das informações do meio em representações e código; - Armazenamento (retenção): Arquivamento da informação armazenada; - Recuperação (recordação): Acesso à informação armazenada.

Processos mentais

Processos cognitivos, memorização, inteligência e aprendizagem.

Aprendizagem

A aprendizagem é a mudança relativamente estável e duradoura do comportamento ou das capacidadesb do indivíduo.

Inteligência

A inteligência é a capacidade de assimilar conhecimentos, recordar acontecimentos e recuperar eventos passados, utilizar corretamente o pensamento e a razão, aplicar conhecimentos em situações novas, adaptar-se ao meio e às transformações, estabelecendo prioridades e selecionando recursos para a concretização de objetivos e para a resolução de problemas.

Aprendizagem

O efeito de primazia acontece quando temos mais tendência a memorizar as primeiras palavras e o efeito de recência é quando temos mais tendência a memorizar as últimas palavras.

Tipos de aprendizagem

Teoria dos processos de informação

As teorias do processamento da informação separam a memória em três subsistemas.

Memória Sensorial

memória de Curto Termo (Mct)

MEMÓRIA DE LONGO PRAZO (mlt)

Teorias da inteligência

Existem 4 tipos de teoria da inteligência:

  • Teoria bifatorial da inteligência;
  • Teoria multifatorial da inteligência;
  • Teoria das inteligências múltiplas;
  • Teoria triárquica da inteligência.

CONDICIONAMENTO OPERANTE

O condicionamento operante é o processo de aprendizagem em que o reforço depende da resposta. Por outras palavras, é feita uma associação entre o comportamento e as consequências, o que leva a que o comportamento seja repetido ou evitado em função de produzir bons ou maus resultados.

CONDICIONAMENTO CLÁSSICO

No condicionamento clássico utilizamos a associação entre estímulos para antecipar um evento.

INSIGHT

O inshight é uma forma de aprendizagem que se faz de forma súbita, quando a resposta para um problema surge de forma repentina e inesperada.

OBSERVAÇÃO E IMITAÇÃO

O reforço vicariante é uma forma de reforço indireta que ocorre quando alguém observa um modelo que é recompensado ou punido, reforçando dessa forma o seu próprio comportamento.

Teoria Bifatorial da Inteligência

Spearman acreditava que odo o comportamento inteligente tinha por base um único fator gereal, o fator G (inteligência geral geral, comum a todoas as atividades inteligentes, uma espécie de energia mental sobre a qual se estabelecem e desenvolvem os fatores S ou aptidões físicas. Os fatores S dependem da aprendizagem e da ativação do fator G.

Teoria Multifatorial da Inteligência

Thurstone contrapôs à teoria bifatorial da inteligência não dependendo de um fator geral mas sim de um conjunto de fatores.

Teoria das Inteligências Múltiplas

A Teoria das Inteligências Públicas apresenta-se como uma teoria empírica, o que significa que o número da inteligência, a sua delimitação e configuração podem ser alterados em função de novas observações e conclusões.

Teoria Triárquica da Inteligência

Robert Stenberg defende que a inteligência humana é uma súmula de três inteligências (ou de três maneiras diferentes de se ser inteligente):

  • Inteligência criativa;
  • Inteligência analítica;
  • Inteligência prática.

Ser inteligente é:

  • Aprender a partir da experiência;
  • Adaptar-se ao meio ambiente;
  • Enfrentar situações novas e resolver problemas;
  • Explorar conhecimentos;
  • Raciocinar de forma criativa, adequada e adaptativa.

Para que possam ser consideradas aprendizagem, as experiências têm de:

  • Ser estáveis. Para que possa dizer-se que houve aprendizagem, a mudança na forma de responder aos eventos deve ser persistente;
  • Afetar o comportamento ou os processos mentais. A aprendizagem envolve processos emocionais, cognitivos e motivacionais, pelo que o conteúdo aprendido se manifesta nos comportamentos que temos e altera a forma como pensamos.

O condicionamento clássico é o processo de aprendizagem que ocorre de forma independente da vontade do sujeito através da associação entre estímulos.

As aptidões mentais primárias são:

  • Compreensão Oral;
  • Fluência Verbal;
  • Fluência Numérica;
  • Espacial;
  • Velocidade Percetiva;
  • Memória;
  • Raciocínio.

Quem defende a teoria múltipla das inteligências é Howard Gardner. Os oito tipos de inteligência são:

  • A inteligência linguística;
  • A inteligência lógico-matemática;
  • A inteligência espacial;
  • A inteligência musical;
  • A inteligência interpessoal;
  • A inteligência intrapessoal;
  • A inteligência naturalista.

A teoria triárquia da inteligência humana procura explicar, numa perspetiva de integração, a relação entre:

  • Inteligência e mundo interno do indivíduo, ou seja, os mecanismos mentais subentendidos no comportamento inteligente; º
  • Inteligência e mundo externo do indivíduo, ou seja, a utilização destes mecanismos na vida quotidiana no sentido de se ajustar ao meio;
  • Inteligência e experiência, ou seja, o papel mediador das vivências entre os mundos interno e externo do indivíduo.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.Lorem ipsum dolor sit amet, cons ectetur adipiscing elit, sed do eiusmod.

sensação e perceção

Lorem ipsum dolor sit

  • Lorem ipsum dolor sit amet.
  • Consectetur adipiscing elit.
  • Sed do eiusmod tempor incididunt ut.
  • Labore et dolore magna aliqua.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

A diferença entre a perceção e a sensação é que com a perceção, nós damos significado aos nossos sentidos.

Diferença entre sensação e perceção

Conseguimos identificar os sentidos através da perceção.

Sentidos e a perceção

A perceção é o processo ativo de organização e interpretação das informações sensoriais.

Perceção

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.Lorem ipsum dolor sit amet, cons ectetur adipiscing elit, sed do eiusmod.

sensação e perceção

Lorem ipsum dolor sit

  • Lorem ipsum dolor sit amet.
  • Consectetur adipiscing elit.
  • Sed do eiusmod tempor incididunt ut.
  • Labore et dolore magna aliqua.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.Lorem ipsum dolor sit amet, cons ectetur adipiscing elit, sed do eiusmod.

sensação e perceção

Lorem ipsum dolor sit

  • Lorem ipsum dolor sit amet.
  • Consectetur adipiscing elit.
  • Sed do eiusmod tempor incididunt ut.
  • Labore et dolore magna aliqua.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Definição

Constância Percetiva

A constância percetiva garante ao mundo que nos rodeia imutabilidade em termos de tamanho, forma, localização, brilho e cor.

Memória Sensorial

Natureza, exemplo, período de permanência, capacidade e base biológica da memória sensorial.

  • O limiar absoluto é a quantidade mínima de energia que um estímulo tem de ter para ser identificado em pelo menos 50% das vezes em que ocorre.

Existem dois tipos de limiares : o liimiar absoluto e o limiar diferencialO limiar diferencial diz respeito á diferença mínima necessária entre dois estímulos necessários para que sejam reconhecidos como diferentes um do outro.

Limiar absoluto e diferencial

Limiares

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.Lorem ipsum dolor sit amet, cons ectetur adipiscing elit, sed do eiusmod.

sensação e perceção

Lorem ipsum dolor sit

  • Lorem ipsum dolor sit amet.
  • Consectetur adipiscing elit.
  • Sed do eiusmod tempor incididunt ut.
  • Labore et dolore magna aliqua.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Leis da Perceção

Memória de Curto Prazo (MCT)

Natureza, exemplo, período de permanência, capacidade e base biológica da memória de curto prazo (MCT).

Memórias Sensoriais

As diferentes memórias sensoriais (MS) constituem a primeira etapa no estabelecimento de um registo duradouro das nossas experiências e são, por isso, uma fase importante no processo global da informação.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.Lorem ipsum dolor sit amet, cons ectetur adipiscing elit, sed do eiusmod.

sensação e perceção

Lorem ipsum dolor sit

  • Lorem ipsum dolor sit amet.
  • Consectetur adipiscing elit.
  • Sed do eiusmod tempor incididunt ut.
  • Labore et dolore magna aliqua.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

  • O limiar absoluto é a quantidade mínima de energia que um estímulo tem de ter para ser identificado em pelo menos 50% das vezes em que ocorre.

Existem dois tipos de limiares : o liimiar absoluto e o limiar diferencialO limiar diferencial diz respeito á diferença mínima necessária entre dois estímulos necessários para que sejam reconhecidos como diferentes um do outro.

Limiar absoluto e diferencial

Limiares

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

«

Condicionamento operante

  • O limiar absoluto é a quantidade mínima de energia que um estímulo tem de ter para ser identificado em pelo menos 50% das vezes em que ocorre.

Existem dois tipos de limiares : o liimiar absoluto e o limiar diferencialO limiar diferencial diz respeito á diferença mínima necessária entre dois estímulos necessários para que sejam reconhecidos como diferentes um do outro.

Limiar absoluto e diferencial

Limiares

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Os processos emocionais integram aspetos aspetos relacionados com a dimensão afetiva e sentimental.

Processos emocionais

Consistem na criação, transformação e utilização da informação recebida do meio no sistema sensorial, onde é tratada e armazenada.

Processos cognitivos

Coincidem com a energia usada na comcretização de objetivos e resultam da articulação com a cognição e a emoção.

Processos motivacionais

Memória de Curto Prazo (MCT)

Natureza, exemplo, período de permanência, capacidade e base biológica da memória de curto prazo (MCT).

Leis da Perceção

Quais é que há?

Tipos de aprendizagem

Foram estudados 4 tipos de aprendizagem:

  • Condicionamento clássico;
  • Condicionamento operante;
  • Insight;
  • Reforço vicariante.

A perceção é o processo ativo de organização e interpretação das informações sensoriais.

Perceção

Natureza, exemplo, período de permanência, capacidade e base biológica da memória de longo termo (MLT).

Memória de Longo Termo (MLT)

Por norma, os cientistas dividem as memórias de longo termo em dois tipos: Implícitos (procedimentais) e explícitos (declarativos).

Memórias implícitas e explícitas

Natureza, exemplo, período de permanência, capacidade e base biológica da memória de longo termo (MLT).

Memória de Longo Termo (MLT)

Ilusões (Óticas)

Exemplo

Organização Conceptual

Ao lermos um texto, distinguimos as letras (figura) do papel/ecrâ onde estão impressas/escritas (fundo) e agrupamos em palavras e frases de modo a fazerem sentido. O mesmo acontece com uma melodia (figura) cujas nota sse agrupam e destacam face aos ruídos ambientais (fundo).

Exemplo

Adaptação Sensorial

Ao pôrmos perfume de manhã, sentimos imediatamente o seu cheiro, mas passado pouco tempo, deixa-se de notar este conjunto de estímulos. Isto não significa que que o perfume tenha perdido completamente o seu cheiro, apenas habituamo-nos ao cheiro.

Definição

Constância Percetiva

A constância percetiva garante ao mundo que nos rodeia imutabilidade em termos de tamanho, forma, localização, brilho e cor.

Processos emocionais

Os processos emocionais integram aspetos aspetos relacionados com a dimensão afetiva e sentimental.

Conseguimos identificar os sentidos através da perceção.

Sentidos e a perceção

A sensação implica: - A existência de um estímulo, por exemplo, visual, sonoro, tátil, olfativo ou gustativo; - Uma impressão provocada no recetor e transmitida aos sistema nervoso central; - Um processo psicofisiológico que dá origem à sensação.

O que implica?

Albert Bandura aprensenta o processo vicariante como o processo cognitivo como essencial para a aprendizagem, já que o ser humano pode aprender uma extensa gama de comportamentos.

Reforço Vicariante

A mudança (estável e duradoura) do comportamento ou das capacidades do indivíduo é adquirida como resultado da observação prática, estudo ou experiência, que se traduz num aumento do seu reportório de competências e saberes.

Aprendizagem

Exemplo

Adaptação Sensorial

Ao pôrmos perfume de manhã, sentimos imediatamente o seu cheiro, mas passado pouco tempo, deixa-se de notar este conjunto de estímulos. Isto não significa que que o perfume tenha perdido completamente o seu cheiro, apenas habituamo-nos ao cheiro.

O reconhecimento de que os cães poderiam associar tigelas e técnicos de laboratório ao alimento levou Pavlov a dedicar o resto da sua vida de investigador aos princípios básicos do reflexo condicionado.

Teoria de Pavlov

Memória Sensorial

Natureza, exemplo, período de permanência, capacidade e base biológica da memória sensorial.

Memórias Sensoriais

As diferentes memórias sensoriais (MS) constituem a primeira etapa no estabelecimento de um registo duradouro das nossas experiências e são, por isso, uma fase importante no processo global da informação.

Ilusões (Óticas)

Albert Bandura aprensenta o processo vicariante como o processo cognitivo como essencial para a aprendizagem, já que o ser humano pode aprender uma extensa gama de comportamentos.

Reforço Vicariante

Exemplo

Organização Conceptual

Ao lermos um texto, distinguimos as letras (figura) do papel/ecrâ onde estão impressas/escritas (fundo) e agrupamos em palavras e frases de modo a fazerem sentido. O mesmo acontece com uma melodia (figura) cujas nota sse agrupam e destacam face aos ruídos ambientais (fundo).