Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

Transcript

Funchal

Porto

Évora

Beja

Portalegre

Francesinha

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod.

Espetada em pau de louro

Cubos de carne de vaca temperado e grelhado no espeto

Sopa de cação

A Sopa de Cação é uma receita bem antiga e surge da necessidade de comer peixe. A iguaria é a junção de peixe com as ervas

Carrinhos do Monte

Os "Carrinhos do Monte" no Funchal, Madeira, são um meio de transporte tradicional composto por trenós de cestos de vime que descem ladeiras íngremes. Guiados por condutores locais, proporcionam uma emocionante descida pelas ruas pitorescas da cidade.

Casa de Santana

Casas de Santana, na Madeira, são conhecidas por suas construções únicas de madeira com telhados de colmo. Estas casas triangulares, pintadas de branco e azul, representam a arquitetura tradicional da região.

Queijo de S.Jorge

O Queijo São Jorge DOP com 12 meses de cura é um produto com aroma forte, limpo e picante, obtido a partir de leite de vaca cru, sal e coalho. Por ter estas características, é perfeito para compor uma tábua de queijos e acompanhar com um vinho licoroso como o vinho Lajido ou com um vinho do Porto mais jovem.

Carne de porco à alentejana

A Carne de Porco à Alentejana é um prato tradicional da culinária portuguesa, originário da região do Alentejo. Consiste em carne de porco frita, geralmente cubos de carne de porco e amêijoas, temperadas com alho, louro, pimentão e vinho branco. É servido com batatas fritas aos cubos e é uma verdadeira delícia!

Pico

O povoamento da ilha do Pico ocorreu por volta de 1460, nos lugares das Lajes e Ribeiras situados a sul desta ilha, surgindo o primeiro concelho, o das Lajes do Pico, como sede administrativa de toda a ilha. Os primeiros anos do povoamento no Pico foram muito difíceis.

Milho frito

Cubos de polenta frita uma guarnição popular servida vom várias refeições tradicionais madeirenses

Lajido

O Lajido é de origem da Ilha do Pico. A necessidade de se produzir vinho para as missas, levou os frades franciscanos a introduzir as primeiras vinhas em solo do Pico, provavelmente no ano de 1460, transportando para a ilha os conhecimentos adquiridos em outras partes do Mundo, especialmente em Itália e sul de França.

Jardim botânico

O Jardim Botânico da Madeira é um paraíso botânico situado no Funchal, apresentando uma vasta coleção de plantas exóticas e endémicas da ilha. Oferece aos visitantes uma experiência única entre trilhas, jardins temáticos e vistas deslumbrantes.

Pastéis de arroz

Os Pasteis de Arroz são um doce típico da Ilha Graciosa, pertencente ao grupo Central do arquipélago dos Açores, e chamam à atenção pela delicadeza e sabor irresistível o grande segredo desta delícia é o seu recheio, preparado no dia anterior ao da confeção dos pastéis, que leva amêndoas e tem o formato de meia-lua.

Poncha

Feita com aguardente de cana-de-açúcar, mel, sumo de limão e algumas vezes sendo composta por algumas frutas da região.

Vinho do Porto

O Vinho do Porto, uma jóia da viticultura portuguesa, é uma celebração do sabor e da tradição e tem origem nas reconhecidas vinhas do Douro.

Migas

As migas à alentejana constituem um dos mais conhecidos pratos da gastronomia do Alentejo. O principal ingrediente para a confeção das migas é o pão, que deve ser um pão duro, de preferência do tipo alentejano, ao qual é adicionada um pouco de água e muito alho. As migas são geralmente acompanhadas com carne frita, nomeadamente entrecosto.

Vinho tinto

Os Vinhos Alentejanos são um verdadeiro sucesso entre as outras regiões. E não é à toa, pois existem exemplares em todas as faixas de preço.

Lapas

Moluscos grelhados temperado geralmente com alho e limão

Cozido das Furnas

O verdadeiro encanto do Cozido das Furnas não está apenas nos seus ingredientes frescos, mas sim na forma como estes são cozinhados. Usando o calor geotérmico do solo das Furnas, cada panela é enterrada e deixa-se cozinhar lentamente por cerca de cinco horas, resultando num prato saboroso e com um gosto que só pode ser encontrado nos Açores.

Bolo do caco

Pão redondo e achatado cozido sobre pedras, geralmente servido com manteiga de alho

Tripas à moda do Porto

Tripas à moda do Porto é um prato tradicional nascido na cidade do Porto, e que, segundo uma lenda, remonta ao período dos Descobrimentos Portugueses. O prato é confecionado com vários tipos de carne, tripas, enchidos e feijão branco.

Francesinha

A Francesinha é uma sanduíche originária da cidade do Porto. A francesinha é, habitualmente, constituída por: uma fatia de pão de forma, linguiça, salsicha fresca, fiambre, carnes frias e bife de carne de vaca e uma Segunda fatia de pão que é, então, coberta com queijo posteriormente derretido e um molho especial.

Lagoa das sete cidades

A Lagoa das setes cidades é uma das mais belas paisagens açorianas. A lenda da princesa e do pastor no reino das Sete Cidades é uma tradição oral da ilha de São Miguel; e versa sobre a origem das lagoas da caldeira do vulcão das Sete Cidades que, apesar de unidas, têm duas cores diferentes, sendo uma verde e outra azul. Esta lenda faz parte do complexo lendário das Sete Cidades, um reino antigo e mítico, perdido algures no grande mar oceano acidental.

Morcela dos Acores

Morcelas de S. Miguel são um enchido preparado com sangue, salsa, cebola picada, arroz cozido ou rolão de trigo, canela em pó, pimenta da terra, pedaços de toucinho, esfrangalhos farinha de milho ou de trigo torrado, gorduras dos intestinos, alho, vinagre, sal, caminhos e cravinho. São fumadas e abafadas em boiões de vidro ou louça cobertos com banha de porco

Rojões

Os rojões são um dos pratos mais tradicionais e únicos da cozinha do Norte de Portugal. A carne de porco é temperada de uma forma deliciosa, o que resulta num prato rico e inesquecível.

Cachalote

As baleias cachalote podem ser vistos durante todo o ano nos Açores, tornando-se a espécie ícone da Região. Também habitam os oceanos profundos do mundo, sendo que as fêmeas e as crias preferem as águas mais quentes e os machos adultos podem viajar desde o Ártico até a Antártida, o Pico a trilogia Terra, Mar e Fogo.

Borrego assado

É um prato tradicional que é fácil de apreciar em casa. Receberá este borrego desossado, enrolado e embalado em vácuo. Basta levá-lo ao forno durante 30minutos acompanhamento com batatas, este prato típico do Alentejo.

Sericaia

Sericaia é um doce típico da região portuguesa do Alentejo que fica muito bem acompanhado com ameixas de Elvas, de origem indiana devido ao uso de canela, e também é conhecido por Sericá

Espada preto

Um peixe local preparado de várias maneiras, muitas vezes grelhado ou em molho de maracujá

Bolo Lêvedo

O Bolo Lêvedo é um doce típico e regional do Vale das Furnas na Ilha de São Miguel, Açores. É um bolo, em formato redondo e não muito alto sendo composto por ovos, farinha, açúcar, manteiga, fermento, leite e sal;

Caldeirada de Congro

A Caldeirada de Congro é confecionada com o peixe congro, limão, batatas médias, cebolas dentes de alho, etc…;

Montado

Caraterizado por florestas de sobreiros ou azinheiras ordenadas nas planícies onduladas,. o Montado é hoje a paisagem que simboliza o Alentejo.

Castelo de Beja

O Castelo de Beja como o nome indica é um monumento sítuado em Beja com mais ou menos 600 anos tendo ínico da sua contrução no século XII.

Queijo Alentejano

É um queijo produzido a partir do leite puro de ovelha, coalhado por uma infusão de flor de cardo (Cynara Cardunculus L.), uma planta espontânea que cresce nos matos mediterrânicos, abundante nestes territórios do sul.

Presunto de porco Preto

O porco preto criado a campo é sobretudo alimentado a bolota, o elemento diferenciador e de valorização na produção de Porco Alentejano. Uma matéria-prima com características especiais, sobretudo pela sua gordura rica.

Templo Diana

O Templo de Diana é um monumento sítuadao eme Évora considerado um dos mais bem conservados templos romanos da Penísula Íberica sendo considerado patrimonío mundial.

Santuário diocesano

Este santuário é um templo cristão católico, localizado no alto do Monte de Santa Luzia, na atual freguesia de Viana do Castelo.

Douro vinhateiro

O rio Douro é um rio que nasce nos picos da Serra de Urbión, na província espanhola de Sória, a 2 160 m de altitude, e atravessa o norte de Portugal até a sua foz junto às cidades do Porto e Vila Nova de Gaia. É o terceiro rio mais extenso da península Ibérica.

  • Lorem ipsum dolor sit amet.
  • Consectetur adipiscing elit.
  • Sed do eiusmod tempor incididunt ut.

Consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor

Lorem ipsum dolor sit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod.

Ginginha de óbidos

A ginjinha é um licor produzido a partir de uma cereja ácida popular, especialmente da região Centro. As ginjas são maceradas em aguardente, açúcar e especiarias resultando numa bebida doce e aromática. É popular como aperitivo ou digestivo, com variações regionais na receita. Pode ser servida em pequenos copos de chocolate.

Moliceiro de Aveiro

Universidade de Coimbra

A Universidade de Coimbra, fundada em 1290, é uma das mais antigas do mundo, localizada em Coimbra, Portugal. Reconhecida pela excelência acadêmica e história rica, destaca-se por sua arquitetura notável, incluindo a Biblioteca Joanina e a Capela de São Miguel.

Arroz de lampreia

Lampreia: é um peixe preveniente do rio e que serve alguns patos do norte. Arroz de Lampreia​

Sarrabulho

O sarrabulho ou sarrabulhada é um prato típico da culinária nortenha, que se caracteriza por ser um guisado com os miúdos do porco e cabrito e respetivo sangue. Caso se esteja a cozinhar Papas se Sarrabulho, usa-se, também, restos de pão ou farinha de milho.

Batatas

é um alimento muito presente na alimentação das pessoa do norte.

Castanhas

Castanhas: fruto seco

Casa do Penedo

A Casa do Penedo está localizada nas Serras de Fafe, mais propriamente na União de Freguesias de Várzea Cova e Moreira do Rei, concelho de Fafe, devendo o seu nome ao facto de ter sido construída entre quatro rochas de grandes dimensões que integram a própria estrutura da casa. Inaugurada a 13 de outubro de 1974 e segue um modo de construção incomum (iniciado pelo telhado). Foi idealizada para estar perfeitamente integrada na paisagem e servir como abrigo de família. A sua localização única permite uma comunhão invulgar com a natureza. Aqui podemos observar e interagir com a fauna e flora locais, observar as estrelas ou simplesmente desfrutar da paz e do ar limpo da montanha.

Queijo da Serra

O Queijo da Serra é uma iguaria famosa de Portugal, feita na região da Serra da Estrela. É conhecido pelo sabor intenso e pela textura cremosa, sendo apreciado com pão ou compotas.

Serra da Estrela

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod.

Morcela de arroz

A morcela de arroz é um prato​ típico da culinária portuguesa,​ feito com arroz, carne e ​ temperos, geralmente cozido​ em uma tripa.

Ovos moles

Os ovos moles são um doce tradicional de Aveiro feitos com a gema de ovo e açúcar, com uma textura cremosa e frequentemente moldadas em pequenas conchas de hóstia.

Leitão da Bairrada

O Leitão da Bairrada é um prato português famoso, consistindo em leitão assado, apreciado pela sua carne macia e pele crocante.

Chanfana

É feito com carne de cabra ou carneiro cozida em vinho tinto e temperos, como por exemplo alho, louro, pimenta, pimentão doce e sal.