Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

EUROPE PHYSICAL MAP

Horizontal infographics

TEN WAYS TO SAVE WATER

Horizontal infographics

GRETA THUNBERG

Horizontal infographics

FIRE FIGHTER

Horizontal infographics

STEVE JOBS

Horizontal infographics

ONE MINUTE ON THE INTERNET

Horizontal infographics

Transcript

Antes do25 de Abril

Fluxosmigratórios

Pós 25 de Abril

Na atualidade

Informações

Fluxos antes do 25 de abril

Fluxos após o 25 de abril

Após a revolução de 25 de Abril de 1974 cerca de meio milhão de portugueses regressaram a Portugal oriundos das antigas colónias que entretanto se tornaram independentes. Ficaram conhecidos por Retornados, apesar de muitos, não terem ao que retornar tendo deixado todo o esforço de uma vida noutro continente. Em resumo, emigração e imigração cresceram de forma continuada a partir dos anos 80, a segunda mais do que a primeira, em particular desde a adesão de Portugal à então Comunidade Económica Europeia, em 1986. Na viragem do século, a imigração atingiu os valores máximos da sua curta história, a que se seguiu uma fase de diminuição continuada.https://www.pordata.pt/db/portugal/ambiente+de+consulta/tabela/5839834

Portugal é hoje o país da União Europeia com mais emigrantes em proporção da população residente. O número de emigrantes portugueses supera os dois milhões, o que significa que mais de 20% dos portugueses vive fora do país em que nasceu.Como o Relatório Estatístico Anual sobre Indicadores de Integração de Migrantes 2021, publicado pelo ACM, Portugal viu os perfis das entradas de estrangeiros alterarem-se desde 2008. Até à primeira quinzena do século XXI, as principais razões de entrada ou de solicitação de entrada no país eram de natureza laboral.Desde então, devido à situação económica vivida em Portugal e à diminuição de oportunidades de trabalho onde os imigrantes tendiam a inserir-se, os fluxos de entrada de imigrantes e estrangeiros começaram a associar-se ao reagrupamento familiar e ao estudo.

Fluxos migratórios na atualidade

Tendência evolutiva de estrangeiros residentes em Portugal, de 2015 a 2020.

Stock de Residentes por Distrito, variação de 2019 para 2020 (números de 2019 a verde e de 2020 a vermelho)

  • Trabalho realizado por Filipe Marques Vasconcelos
  • (falta muita informação no trabalho desculpaa)
  • obrigado pela atenção

Informações

fluxos migratórios

A migração é uma realidade global, influenciada por uma variedade de fatores, como mudanças climáticas, conflitos armados, desigualdades socioeconômicas e avanços tecnológicos. Compreender os fluxos migratórios é essencial para compreendermos as dinâmicas sociais, econômicas e políticas do mundo contemporâneo. Se por um lado, nos países receptores (anfitriões) a migração leva ao aumento do crescimento económico e a produtividade desses países (provocada pelas habilitações e qualificações dos imigrantes) a curto e médio prazo, nos países de origem (emissores), estes tornam-se dependentes das remessas de emigrantes e correm o risco de perder grande parte da sua força de trabalho.No caso da migração de refugiados para economias em desenvolvimento e emergentes o impacto na produtividade não é visível dada as dificuldades de integração no mercado de trabalho local.

Fluxos antes do 25 de abril

Fluxos após o 25 de abril

Após a revolução de 25 de Abril de 1974 cerca de meio milhão de portugueses regressaram a Portugal oriundos das antigas colónias que entretanto se tornaram independentes. Ficaram conhecidos por Retornados, apesar de muitos, não terem ao que retornar tendo deixado todo o esforço de uma vida noutro continente. Em resumo, emigração e imigração cresceram de forma continuada a partir dos anos 80, a segunda mais do que a primeira, em particular desde a adesão de Portugal à então Comunidade Económica Europeia, em 1986. Na viragem do século, a imigração atingiu os valores máximos da sua curta história, a que se seguiu uma fase de diminuição continuada.https://www.pordata.pt/db/portugal/ambiente+de+consulta/tabela/5839834

  • Trabalho realizado por Filipe Marques Vasconcelos
  • (falta muita informação no trabalho desculpaa)
  • obrigado pela atenção
  • (não gosto disto)

Informações

Portugal é hoje o país da União Europeia com mais emigrantes em proporção da população residente. O número de emigrantes portugueses supera os dois milhões, o que significa que mais de 20% dos portugueses vive fora do país em que nasceu.Como o Relatório Estatístico Anual sobre Indicadores de Integração de Migrantes 2021, publicado pelo ACM, Portugal viu os perfis das entradas de estrangeiros alterarem-se desde 2008. Até à primeira quinzena do século XXI, as principais razões de entrada ou de solicitação de entrada no país eram de natureza laboral.Desde então, devido à situação económica vivida em Portugal e à diminuição de oportunidades de trabalho onde os imigrantes tendiam a inserir-se, os fluxos de entrada de imigrantes e estrangeiros começaram a associar-se ao reagrupamento familiar e ao estudo.

Fluxos migratórios na atualidade

Tendência evolutiva de estrangeiros residentes em Portugal, de 2015 a 2020.

Stock de Residentes por Distrito, variação de 2019 para 2020 (números de 2019 a verde e de 2020 a vermelho)