Want to make creations as awesome as this one?

Cyberbullyng

Transcript

janeiro/fevereiro 2024

Formanda: Dora Paula Marecos Vidal Machado

Formadora: Maria da Piedade Gonçalves Lopes Alves

AÇÃO DE FORMAÇÃO ATJ2324B02NGESTÃO DE CONFLITOS NA ESCOLA - A IMPORTÂNCIA DA NEGOCIAÇÃO (E-LEARNING)

Cyberbullying

Hoje é possível, por exemplo, encontrar pessoas perdidas no tempo e no espaço da nossa vida, estabelecer e manter contacto com as que merecem o nosso afeto, mas também difamar, ridicularizar, intimidar, maltratar, e aí estamos perante uma nova forma de bullying, o cyberbullying.

Cyberbullying

Consiste em utilizar tecnologias de informação e comunicação (internet ou telemóvel) para hostilizar, deliberada e reiteradamente, alguém, com o intuito de o magoar e de que os outros vejam (Pessoa & Amado, 2014).

Cyberbullying

Níveis de afeto desiguais

Repetido

Desigualdade de poder

Comportamento agressivo intencional

Bullying

Caraterização

Para o espaço virtual(imaterial, distante)

Do espaço escolar(físico, presencial)

Do bullying para o cyberbullying

A qualquer hora e local

Persistência/sem remorso

Audiência

Extremamente doloroso

Na internet, a difusão dos ataques é maior

Anonimato

Cyberbullying

Caraterização

Quantos aos tipos de cyberbulling, willard (2005) classifica-os de acordo com a ação realizada:Flaming - Discussões online utilizando mensagens eletrónicas com linguagem vulgar e enraivecida;.Harassement - Enviar reiteradamente mensagens indecentes, más e insultuosas;Denigration- Enviar ou postar rumores sobre alguém que prejudiquem a sua reputação;Impersonation - Fazer-se passar por outra pessoa e enviar ou colocar material para causar problemas ou perigo, ou prejudicar a reputação ou amizades;Exclusion - Excluir alguém intencionalmente e de forma impiedosa de um grupo.

De acordo com um estudo realizado pela ONG Bullying Without Borders entre 2022 e 2023, globalmente, os casos de bullying continuaram crescendo e, em média, 6 em cada 10 crianças sofreram alguma forma de bullying diariamente, seja fisicamente ou por meio de canais digitais.

Procedimentos

  • não responder ao cyberbullying
  • guardar todas as evidências
  • denunciar o abuso às autoridades
  • bloquear os agressores
  • proteger as passwords
  • verificar as definições de privacidade

Cyberbullying

Reportar a situação o mais rapidamente possível ao administrador do sítio (clicar em “reportar abuso”) e às entidades competentes (Polícia, GNR, Escola Segura…).Guardar as mensagens para servirem de prova.

Procedimentos Urgentes

Os comportamentos de cyberbullying podem enquadrar-se, segundo o Código Penal Português, como crime ou combinação de crimes: Ameaça (Art. 153º); Coação (Art.º154); Perseguição (Art.º154-A; Difamação (Art. 180º; Injúria (Art. 181º); Devassa da vida privada (Art. 192º);Se os agressores tiverem entre 12 e 16 anos, podem ser sujeitos a aplicação de medidas previstas na Lei Tutelar Educativa. Caso sejam menores de 12 anos aplica-se a Lei de Promoção e Proteção de Crianças e Jovens em Risco.

Por isto, é cada vez mais importante educar para a não violência, capacitar para uma aprendizagem socioemocional, procurar melhorar as relações interpessoais e saber criar pontes que procurem evitar o aparecimento de problemas. Nenhum ato de violência deve ser ignorado!

REFERÊNCIAS:Cunha, P. & Monteiro, A. (2018). Gestão de Conflitos na Escola . Retirado de https://www.wook.pt/livro/gestao-de-conflitos-na-escola-pedro-cunha/22331274 Noronha, Z. & Noronha, M. (1992). Escola/Conflitos. Como Evitá-Los? como Geri-Los?Costa, M. (2002). Gestão de Conflitos na Escola