Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Nome: Vicente MartinsAno Letivo:24/25Disciplina: HistóriaProfessor: Gonçalo Pereira

Da fundação de Roma ao Império

O Modelo Romano
  • 1.1. Introdução;
  • 1.2. Lenda da fundação de Roma;
  • 1.3. Fundação de Roma;
  • 1.4. A Monarquia;
  • 1.5. A República Romana;
  • 1.5.1 Crise da República;
  • 1.6. O Império;
  • 1.7.Coclusão
  • 1.8 Bibliografia/Webgrafia

1.Indice

  • Neste trabalho falar-se-á de como foi a fundação de Roma até à formação do Império.
  • Também se falará sobre o que foi acontecendo com o passar do tempo.

1.1. Introdução

  • A lenda da fundação de Roma aconteceu no ano de 753 a.C., segundo a historiografia e foi fundada por Rômulo, gêmeo de Remo. Segundo os dois gêmeos terão sido abandonados pela sua mãe no rio Tibre e acolhidos por uma loba mas criados por dois pastores.

1.2. Lenda da Fundação de Roma

  • A Fundação de Roma aconteceu nos séculos 752/3 a.C.
  • Roma surgiu de uma junção de Aldeias que nos dias de hoje fazem parte da malha urbana da capital italiana e que formam um conjunto de oito colinas.
  • O povoamento da região for favorecido pelas condições geográficas que a rodeavam: planície fértil, o Lácio (Latium), fruto da bacia hidrográfica do rio Tibre, que desagua no porto de Óstia, tem um clima temperado mediterrâneo, invernos suaves e pouco chuvosos e verões quentes e longos. Por causa destas condições vários povos foram sendo atraidos desde sedo para lá como por exemplo: Estruscos, Úmbrios, Língures, Latinos, entre outros.
1.3. Fundação de Roma
  • Os Estruscos dominaram rapidamente a cidade torando-a poderosa face aos seus vizinhos. Dotaram a cidade de muralhas, esgotos, casas alinhadas e arruamentos, tornando a cidade superior a qualquer outra povoação da altura.
1.3. Fundação de Roma
  • A Monarqui aconteceu dos anos 753-509 a.C.
  • Roma nesse período passou a ser governada por reis.
  • No total nesse período a cidade teve sete reis: latinos, sabinos e etruscos.
  • A sociedade romana era estruturada em quatro grandes grupos sociais, os: patrícios, clientes, plebeus e escravos.
1.4. A monarquia
  • Grupos socias:
  • Patrícios- detinham as riquezas, as terras e o poder político;
  • Clientes- trabalhavam diretamente para os patrícios conquistando proteção social e certo poder econômico;
  • Plebeus- em maior número, não tenham terras na sua posse, nenhuma riqueza e não tinham poder algum;
  • Escravos- em geral, entrangeiros;
1.4. A monarquia
  • A républica foi do ano 509-27 a.C.
  • A Roma a partir do início da república passou a ser governada por dois cônsules eleitos.
  • O Senado era o que controlava o sistema político romano pois era a intituição política com mais poder.
  • Durante a Républica ocorreu a expansão territorial onde ouve a crise da Républica.
1.5. A república romana
  • Esta crise foi marcada devido a muita agitação social, conflito entre classes, revoltas dos escravizados, agitação política, disputa pelo poder e entre outros problemas graves.
  • Os triunviratos foram determinados no ultimo século sendo eles formados poe Júlio César, Pompeu e Crasso.
  • Tendo eles como objectivo estabilizar a política romana.
1.5.1. Crise da República
  • A cidade-estado italiana transformava-se definitivamente num império, realidade que impulsionou o seu desenvolvimento económico e a passagem de uma economia essencialmente agrária para uma economia comercial e urbana.
  • Durante os primeiros séculos o processo de construção do Império, as instituições governativas/políticas de Roma mantiveram-se praticamente as mesmas. No século I a.C., ainda se mantinham em funções as instituições republicanas que orientavam toda a vida em Roma e nos territórios conquistados: Senado, Comícios e Magistraturas, sendo que nas últimas implicavam a eleição dos magistrados, eleitos por 1 ano, havia também uma categoria de magistrados considerados extraordinários.
1.6. Império Romano
  • Roma entrou numa profunda crise política com perseguições truculentas e guerras civis que levaram ao desejo, por parte de notáveis, como do próprio povo em geral, de encontrar um líder que restaurasse sozinho a ordem e conferisse a estabilidade ao mundo romano, ou seja, aquilo que no 9º ano estudou como sendo um regime autoritário ou uma ditadura. Octávio, filho adotivo de Júlio César vai ser o primeiro imperador de Roma.
1.6. Império Romano
  • Ao realizar este trabalho eu percebo que naquela época a qualidade de vida era inferior na política e no governo. Em outras situações eram mais avançados como por exemplo na eleição do primeiro imperador de Roma.
1.7. Conclusão
  • Manual escolar de História volume 1;
  • https://brasilescola.uol.com.br/historiag/roma-antiga.htm
1.8. Bibliografia/Webgrafia