Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

GRETA THUNBERG

Horizontal infographics

FIRE FIGHTER

Horizontal infographics

STEVE JOBS

Horizontal infographics

ONE MINUTE ON THE INTERNET

Horizontal infographics

SITTING BULL

Horizontal infographics

Transcript

Literacia

Financeira

Oque é a

Literacia Financeira?

Oque

Permite?

A literacia financeira define-se como o conhecimento e a compreensão de conceitos financeiros que resultam na capacidade de tomar decisões informadas no que se refere à gestão do dinheiro.

A Literacia Financeira e a Educação para o Consumo permitem aos jovens a aquisição e desenvolvimento de conhecimentos e capacidades fundamentais para as decisões que, no presente e no futuro, tenham que tomar sobre as suas finanças pessoais, habilitando-os como consumidores, e concretamente como consumidores de produtos e serviços financeiros, a lidar com a crescente complexidade dos contextos e instrumentos financeiros.

1ª razão

2ª razão

3ª razâo

4º razão

Razões para

Investir na sua

6ª razão

5ª razão

1. Elevado número de produtos/alternativas financeiras: O desenvolvimento económico e tecnológico tem feito com que surjam constantemente novos e por vezes mais complexos produtos financeiros. A literacia financeira dos consumidores deveria acompanhar este desenvolvimento – só assim será possível garantir que as escolhas feitas são as mais adequadas e conscientes. Saber o que é melhor para si em matéria financeira não é apenas um assunto para os especialistas que o procuram aconselhar.

2. Quanto mais cedo começar a poupar, mais preserva recursos para consumo futuro: Poupar é o primeiro passo para a segurança financeira, seja para ter um fundo de maneio em caso de necessidade a curto/médio prazo ou para assegurar futuro mais confortável – e as suas finanças pessoais agradecem esta disciplina. É fundamental procurar exercitar a poupança o mais cedo possível na nossa vida.

3. Planeamento de um futuro sustentável: É difícil querer preocupar-se com a reforma quando ela está tão distante, mas a verdade é que esta devia ser uma das prioridades. Estar ciente de que poupar não basta é crucial para ponderar dar um segundo passo e colocar o seu dinheiro a trabalhar para si, para garantir uma reforma financeiramente mais confortável.

4. Saber definir com os especialistas o melhor plano de investimentos para si: O que não faltam são opções de rentabilização para o dinheiro. No entanto, nem todas as estratégias de investimento e poupança se adequam a todas as pessoas – cada indivíduo tem os seus próprios horizontes temporais, objetivos e tolerância ao risco. É fulcral não depender apenas do conhecimento do consultor de investimento quanto planeia a gestão do seu património.

5. Ficar mais descansado e confiante: Ninguém está mais preocupado que você próprio com o destino do seu dinheiro. Para que consiga dormir sobre o assunto, é importante que tenha a consciência de que todas as decisões financeiras são inteligentes – e suas. A educação financeira dá-lhe a independência necessária que isto aconteça.

6. É um investimento para a vida: A educação financeira é um investimento que lhe traz dividendos durante o resto da sua vida, uma vez que saberá fazer escolhas acertadas e ponderadas de acordo com seu ciclo de vida e partilhará o seu conhecimento com as gerações vindouras, passando a ser também nesse campo um exemplo a seguir.

Quais os benefícios

da literacia financieira:

Dicas para desenvolver

a literacia financeira:

1º benefício

2º benefício

3º benefício

Para ser resiliente com os seus orçamentos é importante ter boas bases de literacia financeira sobre investimentos e aceder continuamente a novas fontes para manter-se atualizado. Fique a par da literacia financeira através de:

1ª dica

2ª dica

3ª dica

1. Planear melhor o futuro: Quantas vezes já adiou metas ou planos de vida? A literacia financeira contribui para uma relação racional com os seus rendimentos e ajudará a concretizar planos para o futuro.

2. Valoriza bens materiais: Controlar as despesas e os investimentos proporcionam uma relação saudável com as suas finanças e acarretará menos preocupações em relação a dívidas.

3. Planeamento de um futuro sustentável: É difícil querer preocupar-se com a reforma quando ela está tão distante, mas a verdade é que esta devia ser uma das prioridades. Estar ciente de que poupar não basta é crucial para ponderar dar um segundo passo e colocar o seu dinheiro a trabalhar para si, para garantir uma reforma financeiramente mais confortável.

1. Podcasts

2. Livros

3. Palestras

Literacia

Financeira

Joana Maciel nº10;Luciana Santos nº14;Sara Ferreira nº18;Tomás Leal nº20.