Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

A PoesiaTrovadoresca

O que é? Como antigo é?

Cantigas de amor,Cantigas de amigo,Cantigas de maldizer,Cantigas de escárnio.

Cantigas

Tópicos

Aprender os conceitos básicos da Poesia Trovadoresca

Introdução

Vamos testar o que já sabes sobre a Poesia Trovadoresca.

Quizz Introdutivo

Vamos ver o que já sabes sobre Poesia Trovadoresca.

Quiz Introdutivo

Cantigas de amigo, cantigas de amor, cantigas de suspiro, cantigas de maldizer

Cantigas de sussuro, cantigas de amor, cantigas de suspiro, cantigas de maldizer

Cantigas de amigo, cantigas de amor, cantigas de escárnio e cantigas de maldizer

Quais são os tipos de Cantigas que existem na Poesia Trovadoresca?

Quiz 1/4

Como eram transmitida a Poesia Trovadoresca na Idade Média?

Quiz 2/4

Transmissão Oral.

Manuscritos copiados à mão (Leitura).

Livros impressos

Quem era frequentemente o destinatário das Poesias Trovadorescas?

Quiz 3/4

Nobres e damas

Princessas e damas

Rainhas e damas

Em que século surgiu a Poesia Trovadoresca?

Quiz 4/4

Final do Séc. XII

Séc. XIII

Ínicio do Séc. XIV

Bom trabalho!

Quiz

ERRADO!

Quiz

Introdução

A Poesia Trovadoresca surgiu durante a Idade Média. Estes poemas eram criados por bardos ou trovadores e reunidos em cancioneiros.

As cantigas.

Cantigas de amigo

Cantigas de amor

Cantigas de escárnio

Cantigas de maldizer

Exemplo

Cantigas de Amigo

Cantiga simples e escritas sobre o ponto de vista da mulher, normalmente envolvem o ambiente natural.

As Cantigas Líricas

Cantigas de Amor

É parecido às cantigas de amigo, mas o escritor é do sexo masculino e trata a mulher como o ser superior

As Cantigas Líricas

Exemplo

As Cantigas Satíricas

Cantigas de maldizer

Cantigas de escárnio

As Cantigas Satíricas

Cantigas de Maldizer

As cantigas de maldizer são canções cuja estrutura comporta críticas mais diretas. O objetivo é atacar alguém verbalmente

Exemplo

Cantigas de Escárnio

As Cantigas Satíricas

As cantigas de escárnio são cantigas que apresentavam, em geral, uma crítica indireta e irônica.

Exemplo

FIM

Webgrafia e Bibliografia

https://institucional.leitura.com.br/aprenda-como-ler-mais-de-100-livros-por-ano/

Pesquisa -https://resumosoltos.weebly.com/uploads/5/7/5/7/57577713/poesia_trovadoresca.pdf

Pesquisa - Discurso Direto Português 10º ano Ensino Profissional

Imagem - https://pt.dreamstime.com/imagem-de-stock-royalty-free-livro-vazio-image35068606

Cantigas - https://cantigas.fcsh.unl.pt/cantigasgenero.asp?letra=Q

Cantigas - https://www.todamateria.com.br/cantigas-trovadorescas/

A dona fremosa de Soveral ha de mí dinheiros per preit'atal que veess'a mí, u non houvess'al, un día talhado a cas de Don Corral; e é perjurada, ca non fez en nada e baratou mal, ca desta vegada será penhorad'a que dobr'o sinal.

Se m'ela crever, cuido-m'eu, dar-lh'-hei o melhor conselho que hoj'eu sei: dé-mi meu haver e gracir-lho-hei; se mi o non der, penhorá-la-hei: ca mi o ten forçado, do corp'alongado, non lho sofrerei; mais, polo meu grado, dar-mi-á ben dobrad'o sinal que lh'eu dei.- Gil Peres Conde

Cantiga de maldizer

Tam grave m'é, senhor, que morrerei,a mui gram coita que, per boa fé, levo por vós, e a vós mui grav'é;pero, senhor, verdade vos direi:se vos grave é de vos eu bem querer,tam grav'é a mi, mais nom poss'al fazer. Tam grave m'é esta coita em que me temo voss'amor, que nom lh'hei de guarir,e a vós grav'é sol de o oir;pero, senhor, direi-vos que mi avém:se vos grave é de vos eu bem querer,tam grav'é a mi, mais nom poss'al fazer.

am grave m'é, que nom atendo jáde vós senom mort'ou mui gram pesar,e grav'é a vós de vos coitar;pero, senhor, direi-vos quant'i há:se vos grave é de vos eu bem querer,tam grav'é a mi, mais nom poss'al fazer.- João Airas de Santiago

Cantiga de Amor

Ai dona fea! Foste-vos queixar Que vos nunca louv'en meu trobar Mais ora quero fazer un cantar En que vos loarei toda via; E vedes como vos quero loar: Dona fea, velha e sandia! Ai dona fea! Se Deus mi pardon! E pois havedes tan gran coraçon Que vos eu loe en esta razon, Vos quero já loar toda via; E vedes qual será a loaçon: Dona fea, velha e sandia!

Dona fea, nunca vos eu loei En meu trobar, pero muito trobei; Mais ora já en bom cantar farei En que vos loarei toda via; E direi-vos como vos loarei: Dona fea, velha e sandia!- João Garcia de Guilhade

Cantiga de escárnio

Quando se foi meu amigo,jurou que cedo verria,mais, pois nom vem falar migo, por en, por Santa Maria,nunca mi por el roguedes,ai donas, fé que devedes.Quando se foi, fez-mi preito que se verria mui cedo, e mentiu-mi, tort'há feito,e pois de mi nom há medo,nunca mi por el roguedes,ai donas, fé que devedes.

O que vistes que diziaque andava namorado,pois que nom veo o diaque lh'eu havia mandado,nunca mi por el roguedes,ai donas, fé que devedes.- Afonso Anes do Cotom ou Paio

Cantiga de Amigo