Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Únidades geomorfologicasda SERRA DA ESTRELA

Joana S. e Esther G.

Indice

1. Introdução2. Geologia e geomorfologia 3. Localização4. Origem 5. Características morfológicas6. Importância7. Descrição das principais formas de relevo8. Estudo de um fenómeno geológico específico9. Conclusão

Introdução

A Serra da Estrela, situada na região do Centro, designa-se a cadeia montanhosa onde se encontram as maiores altitudes de Portugal Continental. O seu ponto mais elevado, com 1993 metros de altitude e denominado Torre, torna-a na segunda montanha mais alta de Portugal.

Geologia e Geomorfologia

Elas são classificadas em montanhas, planaltos, planícies e depressões. As montanhas são as feições de relevo mais elevadas em altitude. Já as planícies possuem altitudes mais baixas e relevo bem suave. Os planaltos são formações associadas aos processos geomorfológicos provocados por agentes externos, como a erosão.

Geomorfologia

Em Portugal Continental individualizam-se três unidades geomorfológicas que apresentam características distintas tanto a nível morfológico como a nível geológico: Maciço Antigo ou Hespérico; Orlas Sedimentares Ocidental e Meridional; Bacias Sedimentares do Tejo e do Sado.

Também conhecido por Maciço Antigo e Maciço Hespérico, é uma grande unidade estrutural que ocupa a parte central e ocidental da Península Ibérica, formando o seu esqueleto geomorfológico e estendendo-se por cerca de sete décimos do território português.

As orlas sedimentares são constituídas por minerais não metálicos como o calcário, a argila, as margas, o caulino e o sal-gema, muito usados como minerais industriais e para construção.

As Bacias Sedimentares do Tejo-Sado constituem a unidade geomorfológica mais recente correspondente a uma depressão invadida pelo mar durante o Cenozóico, mas de pouca profundidade.

Localização

A Serra da Estrela, situada na região do Centro, designa-se a cadeia montanhosa onde se encontram as maiores altitudes de Portugal Continental. O seu ponto mais elevado, com 1993 metros de altitude e denominado Torre, torna-a na segunda montanha mais alta de Portugal.

Origem

A descoberta foi feita recentemente por um pesquisador português, o Fábio Silva.Ele estudou profundamente os monumentos pré-históricos nos arredores da serra em busca de descobrir seu significado, o porquê a Serra da Estrela tem esse nome. Assim, ele constatou que o nome Serra da Estrela foi dado ainda por povos da pré-história que, durante o mês de abril, viam uma estrela de brilho intenso nascer sobre a região – a estrela de Aldebaran (a mais brilhante da constelação de Touro).

Características morfológicas

A serra da Estrela é constituída por extensos afloramentos de granitos, com idade entre 340 a 280 milhões de anos, intercalados com rochas metamórficas, como os xistos e os grauvaques, de idade entre 650 a 500 milhões de anos.

Importância

Por ser o ponto de mais elevada altitude em Portugal continental, este é um dos locais em que a chuva cai em maior abundância e onde a neve aparece com frequência, possibilitando a prática de desportos de inverno.

Descrição das principais formas de relevo

A serra destaca-se facilmente das terras baixas que a rodeiam pelo vigor do seu relevo. Este maciço apresenta-se como um planalto extenso cortado por vales profundos, onde o último período glaciário deixou fortes marcas. A posição geográfica e os efeitos das glaciações convertem a serra da Estrela num espaço singular em termos paisagísticos, biológicos e geológicos. É possível observar vales glaciários, com a sua característica forma em U, lagoas e charcos temporários de origem glaciária, moreias, campos de blocos erráticos e afloramentos graníticos imponentes, dos quais se destacam os Cântaros. Em todo o Planalto Superior é possível admirar múltiplos aspetos da flora e vegetação.

Biodiversidade da Serra da Estrela

O carácter único das zonas mais elevadas da serra e a sua situação geográfica determinam um isolamento reprodutor de populações de fauna e de flora que conduz à diferenciação em espécies, subespécies e variedades exclusivas, tais como a silene (Silene foetida foetida) ou a lagartixa-da-montanha (Iberolacerta monticola monticola). Em consequência, o Conselho da Europa, em 1993, designou uma área de 10 610 hectares como Reserva Biogenética, que representam aproximadamente 12% do total do Parque Natural.

Silene

Lagartixa-da-montanha

Covão Cimeiro

Lagoa da Francelha

Conclusão

Concluímos que a Serra da Estrela é uma unidade geomorfológica impressionante, com uma paisagem montanhosa deslumbrante, é um lugar incrível para explorar a natureza e aprender sobre a geografia de Portugal.

Here you can include a text to congratulate and wish your class luck at the end of the quiz.

End of the quiz!