Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

A2 - ABENTEUER AUTOBAHN

Horizontal infographics

EUROPE PHYSICAL MAP

Horizontal infographics

TEN WAYS TO SAVE WATER

Horizontal infographics

GRETA THUNBERG

Horizontal infographics

FIRE FIGHTER

Horizontal infographics

STEVE JOBS

Horizontal infographics

Transcript

Método Contracetivo

1-Como atua?

2-Onde se pode aplicar o adesivo contracetivo?

7-E se o adesivo se deslocar?

8-E se me esquecer de mudar o adesivo?

3-Onde NÃO se deve aplicar o adesivo contracetivo?

O que é'

Adesivo

Efeitos Secundários

9-Quais as vantagens?

10-E as desvantagens?

4-Que cuidados se deve ter?

6-Como se utiliza?

5-Qual o nível de eficácia?

Trata-se de um adesivo fino de cor beje, quadrado, confortável e fácil de aplicar. O adesivo transfere uma dose diária de hormonas - estrogénio e progestagénio - através da pele para a corrente sanguínea.

O adesivo funciona de duas formas:

  • Impede a ovulação (libertação do óvulo);
  • Torna mais espesso o muco do colo do útero, dificultando a entrada dos espermatozóides no útero.

O adesivo não deve ser colocado:

  • Na zona do peito;
  • A pele vermelha, irritada ou com cortes.

O adesivo não deve ser colocado:

  • Na zona do peito;
  • A pele vermelha, irritada ou com cortes.

Semana 1 (o adesivo não foi colocado no dia previsto):

  • Aplicar novo adesivo de imediato, iniciando um novo ciclo;
  • Usar contraceção suplementar durante 7 dias;
  • Se o atraso no início foi maior ou igual a 3 dias e tiver havido relações sexuais vaginais não protegidas, deve contactar o médico imediatamente ou utilizar a contraceção de emergência.

Semana 2 ou 3 (o adesivo não foi substituído no dia correto):

  • Menos de 48 horas: aplicar novo adesivo imediatamente, manter o dia previsto para a substituição seguinte;
  • Mais de 48 horas: aplicar novo adesivo, iniciar um novo ciclo e durante 7 dias utilizar contraceção suplementar.

O adesivo não foi retirado no fim do ciclo:

  • Retirar o adesivo e colocar um novo, no dia previsto.

  • É um método para mulheres que querem contraceção hormonal combinada e não toleram ou não querem os contracetivos orais;
  • É de uso semanal, pelo que não tem que pensar todos os dias em contraceção, apenas tem que se lembrar de mudar uma vez por semana o adesivo;
  • É fácil de usar;
  • Ao contrário da pílula, as hormonas não necessitam de ser absorvidas pelo aparelho digestivo, permitindo que a eficácia deste método não seja posta em causa, em caso de vómitos ou diarreia;
  • Normalmente torna as hemorragias regulares, mais curtas e menos dolorosas;
  • É um método reversível;
  • O adesivo oferece uma excelente aderência. A mulher pode continuar a realizar as suas atividades diárias como o banho, duche, idas à piscina, exercício físico, sem nenhuma medida especial de precaução.

O adesivo transdérmico é um método contracetivo hormonal de uso semanal. É constituído por hormonas (estrogénio e progestagénio) que são libertadas diariamente através da pele para a corrente sanguínea.

  • A pele deverá estar limpa, seca e sem pelo;
  • Aplique só um adesivo de cada vez (retirando o usado antes de aplicar o novo);
  • Deve ser firmemente pressionado contra a pele até as extremidades aderirem bem;
  • Não utilize cremes, óleos, loções ou maquilhagem sobre o qual irá aplicar um adesivo ou próximo de um adesivo que já esteja a utilizar. Isto poderá fazer com que o adesivo se descole.

  • É um método para mulheres que querem contraceção hormonal combinada e não toleram ou não querem os contracetivos orais;
  • É de uso semanal, pelo que não tem que pensar todos os dias em contraceção, apenas tem que se lembrar de mudar uma vez por semana o adesivo;
  • É fácil de usar;
  • Ao contrário da pílula, as hormonas não necessitam de ser absorvidas pelo aparelho digestivo, permitindo que a eficácia deste método não seja posta em causa, em caso de vómitos ou diarreia;
  • Normalmente torna as hemorragias regulares, mais curtas e menos dolorosas;
  • É um método reversível;
  • O adesivo oferece uma excelente aderência. A mulher pode continuar a realizar as suas atividades diárias como o banho, duche, idas à piscina, exercício físico, sem nenhuma medida especial de precaução.

Estima-se que a taxa de eficácia se aproxime dos 99%.

Cada adesivo é colocado uma vez por semana, durante 3 semanas consecutivas, seguidas de uma semana de descanso:

  • Deixa-se o adesivo colado durante 7 dias (uma semana). No 8º dia, o primeiro adesivo é retirado e substituído imediatamente por outro - "dia de mudança". O adesivo pode ser mudado a qualquer hora do dia;
  • Coloca-se o terceiro adesivo ao 15º dia (semana 3). Isto completa um total de três semanas de utilização de adesivos;
  • Após três semanas, faz a sua "semana de descanso" (dia 22 ao dia 28), durante a qual surge uma hemorragia (hemorragia de privação);
  • Um novo ciclo recomeça após um período de sete dias sem o adesivo. O novo adesivo é aplicado no 8º dia, independentemente de ainda se ter, ou não, a menstruação.

Existem situações nas quais é desaconselhada a utilização do adesivo contracetivo.
Os seus efeitos secundários são similares aos observados com a pílula combinada. Assim, mulheres que têm contra-indicações para o uso da pílula, não podem utilizar este método contracetivo.

Os sintomas mais frequentes são:

  • Dores de cabeça;
  • Náuseas e vómitos;
  • Tensão mamária;
  • Perda de sangue escassa e irregular;
  • Reações alérgicas ou irritações no local de aplicação.

Trabalho Feito por :

Catarina Tavares,Isabely Souza,Lucia Morais,nº18,nº20,nº11.