Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

ALEX MORGAN

Horizontal infographics

OSCAR WILDE

Horizontal infographics

GOOGLE - SEARCH TIPS

Horizontal infographics

NORMANDY 1944

Horizontal infographics

VIOLA DAVIS

Horizontal infographics

LOGOS

Horizontal infographics

Transcript

Encontro com Autores

Semana Concelhia Arte, Ciência e Leitura

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividade

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Durante a Semana Concelhia da Arte, Ciência e Leitura, foram vários os escritores que visitaram o nosso Agrupamento.


Os nossos alunos deliciaram-se com a apresentação dos seus livros!

Navegue pela apresentação...conheça os autores, os livros e os momentos vividos!

José Manuel Barros

Encontro com Autores

Apresentação do livro "Amália"

Sobre o Autor

José Manuel Barros

Professor de Português do Agrupamento de Escolas de Valdevez


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em Hum anidades, pela Universidade Católica Portuguesa(1993)
  • Mestrado em Educação Artística, pela Escola Superior de Educação (IPVC)
  • Tese de Mestrado intitulada O PROJETO ARTÍSTICO COMO INSTRUMENTO DE PROMOÇÃO DE SABERES, DESTREZAS E AFETOS, estudo realizado no Agrupamento de Escolas de Valdevez com base no projeto artístico SATINE.

Enquadraento da Atividade

No âmbito da SEMANA CONCELHIA DA ARTE, CIÊNCIA E LEITURA AEV 2022, em parceria e colaboração com a

biblioteca escolar da EB/S de Arcos de Valdevez, as turmas do 12º D, Curso de Humanidade, e 12º G, Curso de Artes, apresentam uma leitura dramatizada a partir das obras de Tomaz de Figueiredo – textos poéticos do vol. II e prosa de “Túnica de Nesso” – no contexto das comemorações do 50º aniversário da Morte do escritor.

Com o objetivo de promover o gosto pela leitura e estimular os alunos para a aprendizagem de novas técnicas de abordagem do texto poético, o projeto de Leituras Encenadas é desenvolvido a partir de uma seleção criteriosa dos textos do autor, sendo posteriormente trabalhado em cena, com recurso aos meios digitais disponíveis, possibilitando assim estabelecer uma interação entre o intérprete, a palavra e a imagem. Neste contexto, pretende-se que a performance em palco não se esgote apenas na oralidade, leitura e interpretação do texto literário, mas envolva também outras valências artísticas no seu processo de produção, como a recriação de quadros da vida e obra do autor, sendo colocado ao aluno desafios na arte da experimentação de forma a trabalhar determinadas competências: corpo e movimento no espaço cénico; corpo e gesto; comunicação e expressão; imaginação e criatividade; imaginário e real.

Apresentação do livro "Amália"

José Manuel Barros

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Amália"

José Manuel Barros

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

José Alves Barroco

Encontro com Autores

Apresentação do livro "Benedita

catita e Sebastião zangão"

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadramento da Atividade

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Benedita

catita e Sebastião zangão"

José Alves Barroso

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Benedita

catita e Sebastião zangão"

José Alves Barroso

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Benedita

catita e Sebastião zangão

Pedro Seromenho

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Vanda Pinto

Encontro com Autores

Apresentação do livro "Conta-me um Clássico"

Sobre o Autor

Vanda Pinto

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadramento da Atividade

A obra "Conta-me um Clássico" da autora arcuense Vanda Pinto visa dar a conhecer as principais obras literárias abordadas na disciplina de Português, de uma forma simples e apelativa. O principal objetivo é, definitivamente, desmistificar o conceito de que as obras literárias são de difícil leitura, levando os leitores, desde tenra idade, a conhecer os clássicos da literatura portuguesa.
Além disso, pretende, ainda, fomentar o desejo de conhecer os originais, após o esbatimento de algumas dificuldades iniciais.

Apresentação do livro "Conta-me um Clássico"

Vanda Pinto

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Conta-me um Clássico"

Vanda Pinto

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Conta-me um Clássico"

Vanda Pinto

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Conta-me um Clássico"

Vanda Pinto

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Conta-me um Clássico"

Vanda Pinto

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Pedro Seromenho

Encontro com Autores

Apresentação do livro "Porque é que os animais não Conduzem"

Sobre o Autor

Pedro Seromenho

De nacionalidade portuguesa, nasceu em 1975,na cidade de Harare, Zimbabué. Com dois anos de idade fixou-se em Tavira e mais tarde em Braga, onde atualmente reside. Apesar de ser licenciado em Economia, dedica-se inteiramente ao universo da literatura infantojuvenil e desde 2010 faz parte do júri do Prémio Matilde Rosa Araújo. Entre as várias obras escritas e ilustradas estão: “900 – História de um rei” e “Porque é que os animais não conduzem?” Estes dois títulos fazem parte do PNL – Plano Nacional de Leitura. Em 2011 fundou

a editora Paleta de Letras. Em 2013, tornou-se o patrono da “Biblioteca Pedro Seromenho” no AE de Santa Maria, em Tomar. Em 2015, o autor publicou o livro “As gravatas do meu pai” e tornou-se o patrono da Biblioteca do CE de Lamaçães, em Braga. No dia 12 de novembro de 2016 o autor comemorou dez anos de carreira literária com o lançamento da sua décima segunda obra infantojuvenil: “A cidade que queria viver no campo”. Em 2018 terminou de

escrever: “A Maria Velha”, “O meu avô consegue voar”, “O livro imperfeito” e, encontra-se a ilustrar o seu próximo livro intitulado “A minha coroa”. Ao todo escreveu quinze livros, nove dos quais também ilustrou.

Enquadramento da Atividade


O escritor realizará uma hora do conto ilustrada para os alunos do 1.º Ciclo e contará três histórias: Uma mão cheia; A Raposa Fabulosa e Porque é que os animais não conduzem?

Enquanto decorre as referidas histórias o escritor fará uma ilustração ao vivo.

Depois da sessão, teremos um momento de conversa e partilha de novidades e surpresas.

Os alunos do 2.ºG apresentarão o trabalho realizado no âmbito do projeto miúdos a votos

sobre obra "Porque É Que Os Animais Não Conduzem".

No final, teremos por parte do escritor, a sessão de autógrafos com um desenho original e a

dedicatória personalizada em cada livro. Cada um dos alunos poderá escolher o seu animal

preferido. Ficará para sempre no momento e memória.

“No dia em que descobri este novo imaginário, redescobri-me por completo. Não fazia ideia do enorme prazer que é comunicar com o público jovem. De facto,

são eles que me exigem uma escrita mais criativa e também sensorial. E o resto é fácil. É sonhar.”

Apresentação do livro "Porque é que os animais não Conduzem"

Pedro Seromenho

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Porque é que os animais não Conduzem"

Pedro Seromenho

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Porque é que os animais não Conduzem"

Pedro Seromenho

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Porque é que os animais não Conduzem"

Pedro Seromenho

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Apresentação do livro "Porque é que os animais não Conduzem"

Pedro Seromenho

Sobre o Autor

José Alves Barroco

Professor de Português

Coordenador das bibliotecas escolares do AE Real do 3º Ciclo do Ensino Básico


HABILITAÇÕES PROFISSIONAIS E ACADÉMICAS

  • Licenciatura em ensino de Português, Latim e Grego, pela Universidade de Aveiro (1996)
  • Mestrado em Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, pela Universidade do Minho (2005)
  • Curso de formação especializada em Comunicação Educacional e Gestão da Informação - Bibliotecas Escolares, pela ESE de Beja (2010).

Enquadraento da Atividae

“Benedita catita e Sebastião zangão” é uma linda história de amor, onde a rejeição, a(in)diferença e a tristeza dão lugar à inclusão, à amizade e à alegria.

É um livro indicado para os alunos do 1º ciclo do ensino básico. Permite-nos viajar pela natureza na companhia de Benedita, uma pequena abelha que, por ser diferente das demais, é expulsa da colmeia. Rejeitada e abandonada à sua sorte, vive triste e só até conhecer Sebastião, um zangão forte e corajoso, que lhe devolve a alegria de viver.

Nas sessões de apresentação do livro, além das temáticas associadas à história, foram abordadas questões relacionadas com a apicultura, como a importância das abelhas e do consumo do mel e os alunos puderam ver, numa colmeia, abelhas, assim como diverso material apícola.

Foram, certamente, sessões ricas do ponto de vista literário e pedagógico.

Sobre o Auto

Pedro Seromenho

De nacionalidade portuguesa, nasceu em 1975,na cidade de Harare, Zimbabué. Com dois anos de idade fixou-se em Tavira e mais tarde em Braga, onde atualmente reside. Apesar de ser licenciado em Economia, dedica-se inteiramente ao universo da literatura infantojuvenil e desde 2010 faz parte do júri do Prémio Matilde Rosa Araújo. Entre as várias obras escritas e ilustradas estão: “900 – História de um rei” e “Porque é que os animais não conduzem?” Estes dois títulos fazem parte do PNL – Plano Nacional de Leitura. Em 2011 fundou

a editora Paleta de Letras. Em 2013, tornou-se o patrono da “Biblioteca Pedro Seromenho” no AE de Santa Maria, em Tomar. Em 2015, o autor publicou o livro “As gravatas do meu pai” e tornou-se o patrono da Biblioteca do CE de Lamaçães, em Braga. No dia 12 de novembro de 2016 o autor comemorou dez anos de carreira literária com o lançamento da sua décima segunda obra infantojuvenil: “A cidade que queria viver no campo”. Em 2018 terminou de

escrever: “A Maria Velha”, “O meu avô consegue voar”, “O livro imperfeito” e, encontra-se a ilustrar o seu próximo livro intitulado “A minha coroa”. Ao todo escreveu quinze livros, nove dos quais também ilustrou.

Enquadamento da Atividade


O escritor realizará uma hora do conto ilustrada para os alunos do 1.º Ciclo e contará três histórias: Uma mão cheia; A Raposa Fabulosa e Porque é que os animais não conduzem?

Enquanto decorre as referidas histórias o escritor fará uma ilustração ao vivo.

Depois da sessão, teremos um momento de conversa e partilha de novidades e surpresas.

Os alunos do 2.ºG apresentarão o trabalho realizado no âmbito do projeto miúdos a votos

sobre obra "Porque É Que Os Animais Não Conduzem".

No final, teremos por parte do escritor, a sessão de autógrafos com um desenho original e a

dedicatória personalizada em cada livro. Cada um dos alunos poderá escolher o seu animal

preferido. Ficará para sempre no momento e memória.

“No dia em que descobri este novo imaginário, redescobri-me por completo. Não fazia ideia do enorme prazer que é comunicar com o público jovem. De facto,

são eles que me exigem uma escrita mais criativa e também sensorial. E o resto é fácil. É sonhar.”