Want to make creations as awesome as this one?

Apresentação PADDE - Resumo

Transcript

Padde

Apresentação

outubro 2021

Adjunta do Diretor

Sónia Sousa

Coordenador PTE

Rui Ramos

Coordenadora das Bibliotecas Escolares

Ana Maria Cruz

Docente

Duarte Januário

equipa

Objetivos Gerais do PADDE

visão

Olhar para os recursos digitais como facilitadores da concretização do Projeto Educativo

Contribuir para uma escola Inclusiva e Integradora, efetivamente envolvida na comunidade educativa

Garantir a aprendizagem de todos através do desenvolvimento de literacias múltiplas

Construir uma cidadania interventiva em prol do bem-estar de todos e de cada um

10 Estabelecimentos Escolares

2321Alunos

289Professores 100Pessoal Não Docente

Contextualização do AEGN

922 alunos no 1ºciclo/pré-escolar1399 alunos no 2º, 3ºciclo e secundário

Escola Básica de Aldeia NovaEscola Básica de CabanõesEscola Básica Fernando GuedesEscola Básica do FreixieiroJardim de Infância de MarizEscola Básica do SardãoEscola Básica de VilarEscola Secundária Gaia NascenteEscola Básica Adriano Correia de OliveiraEscola Básica Anes de Cernache

check-in

selfie

Diagnóstico

Período de Aplicação8 jan a 18 jan 2021

Período de Aplicação26 abr a 16 mai 2021

100% dos Dirigentes94% dos Professores76% dos alunos

Nível de competência dos docentes por área (em %)[Dados do Check-In]

O nível de competência dos docentes é mais baixo (53,9% dos docentes no nível 1) na avaliação que fazem das suas capacidades para possibilitarem aos alunos o uso das tecnologias digitais de forma criativa e responsável, para informação, comunicação, criação de conteúdos, bem-estar e resolução de problemas.Também é no nível 1 que se encontra a maioria dos docentes no que toca ao uso das tecnologias para melhorar a avaliação

Nível de competência dos docentes por área (em %) [Dados do Check-In]

39,0%

NO NÍVEL 1

Capacidade de usar a tecnologia digital para comunicação, colaboração e desenvolvimento profissional

A História Digital da EscolaDimensão Pedagógica [DADOS selfie]

Dimensão com valores médios mais baixos. Avaliação negativa transversal a dirigentes, professores e alunos.Destacam-se os parâmetros ‘Autorreflexão sobre a aprendizagem’ com o valor de 2,7 e ‘Feedback aos outros alunos’ com 2,3, merecendo por isso uma intervenção prioritária.Os valores confirmam a necessidade, já antecipada, de rever alguns princípios e práticas de avaliação, designadamente, melhorar a autorreflexão sobre as aprendizagens bem como a qualidade e frequência do feedback dados aos alunos.

Dimensão com valores médios mais baixos.Avaliação negativa transversal a dirigentes, professores e alunos.Destacam-se os parâmetros ‘Autorreflexão sobre a aprendizagem’ com o valor de 2,7 e ‘Feedback aos outros alunos’com 2,3, merecendo por isso uma intervenção prioritária.Os valores confirmam a necessidade, já antecipada, de rever alguns princípios e práticas de avaliação, designadamente, melhorar a autorreflexão sobre as aprendizagens bem como a qualidade e frequência do feedback dados aos alunos.

A História Digital da EscolaDimensão Organizacional [DADOS SELFIE]

Liderança:professores e dirigentes consideram que deve ser melhorada a estratégia digital do agrupamento. O que mostra a necessidade do desenvolvimento deste plano, através da auscultação dos intervenientes e sempre com o objetivo de dar resposta às suas preocupações e aos objetivos do agrupamento.Colaboração e trabalho em rede: são os alunos os que se mostram mais satisfeitos, referindo que há debate sobre a utilização de tecnologias. Nesta dimensão professores e dirigentes apontam como pontos a melhorar a análise dos progressos no ensino e na aprendizagem com as novas tecnologias e a sua utilização para o estabelecimento de parcerias.Os dirigentes e os professores consideram que não há condições para a partilha de experiências de ensino com recurso às novas tecnologias.Ambos consideram que a auscultação das suas necessidades de Desenvolvimento Pessoal Contínuos (DPC) deve ser melhorada. Saliente-se que esta perceção melhora quando analisado o Ensino Profissional, tal pode estar relacionado com a medida implementada de auscultação das necessidades de formação no final do ano letivo, no quadro do EQAVET.Desenvolvimento Profissional Contínuo: muito próximo dos 3,0 (2,9), está dimensão está a ser explorada pelo Centro de Formação Gaia Nascente, através da formação de capacitação docente.

Taxa de desemprego no concelho superio à média do desemprego do pais (17,9%). As freguesias que constituem o agrupamento fazem parte do conjunto das freguesias do concelho que apresentam taxas de desemprego mais elevadas - Avintes (21,3%), Vilar de Andorinho (21,2%) e Oliveira do Douro (19,6%).As freguesias com população menos escolarizada no concelho situam-se na zona do conelho da qual fazem parte as freguesias que compõem o agrupamento Avintes (28%), Vilar de Andorinho (34,4%) e Oliveira do Douro (34,7%).

Encarregados de Educação

Não foram realizados questionários ao pessoal não docente.Da auscultação e da observação empírica realizada constata-se falta de competências digitais dos assistentes operacionais e assistentes técnicos.

Pessoal não docente

Competências Digitais Comunidade Educativa não abordada através da selfie

Liderança

A

Dimensões e áreas do Plano de Ação

B

Colaboração e trabalho em rede

Desenvolvimento profissional contínuo

D

Infraestruturas e equipamentos

C

Pedagogia - apoios e recursos

E

Práticas de avaliação

G

Pedagogia - aplicação em sala de aula

F

Competências digitais dos alunos

H

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismodtincidunt ut laoreetdolore magna aliquam erat volutpat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismodtincidunt ut laoreetdolore magna aliquam erat volutpat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismodtincidunt ut laoreetdolore magna aliquam erat volutpat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismodtincidunt ut laoreetdolore magna aliquam erat volutpat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismodtincidunt ut laoreetdolore magna aliquam erat volutpat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismodtincidunt ut laoreetdolore magna aliquam erat volutpat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismodtincidunt ut laoreetdolore magna aliquam erat volutpat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismodtincidunt ut laoreetdolore magna aliquam erat volutpat.

DIMENSÕES E ÁREAS CONSIDERADAS PRIORITÁRIAS NO PLANO DE AÇÃO [Dados dA SELFIE]

A

LIDERANÇA

B

COLABORAÇÃO E TRABALHO EM REDE

C

G

PRÁTICAS DEAVALIAÇÃO

INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS

Objectivos doPADDE

Assegurar a existência de uma infraestrutura que suporte o uso do kit digital nas salas de aula, com os recursos físicos e a conetividade que garantam a utilização das tecnologias digitais

Melhorar as condições de acesso a aplicações e ferramentas que necessitam de acessos estáveis à internet

Recorrer a ferramentas digitais para apoiar as práticas educativas, tornando-as mais significativas e diminuindo a pegada ecológica.

Garantir condições de transição organizacional para a desmaterialização dos processos pedagógicos

Aumentar o trabalho colaborativo, melhorando as condições existentes para essa prática, tanto para alunos como para professores prevendo a criação de espaços de aprendizagem que estimulem a criatividade e a experimentação.

DimensãoTecnológica e digital

Investir na requalificação da rede internetIntrodução de manuais digitais no 5º e 10º ano em 2022/2023 e com progressão contínua para os outros anosSubstituir/reparar/fazer upgrades dos computadores e dos videoprojectores/quadros interativos das salas e dos serviços de apoioAdquirir um armário de carregamento e armazenagem para tablets e portáteis (24 unidades), para cada escola.Adquirir uma torre de alimentação por sala de aula.

Investir na requalificação da rede internet

Criação de espaços para trabalho colaborativo digital e experimentação tecnológica (salas do futuro), apoiados por financiamento de candidaturas ou outros apoios financeiros

Atribuir o kit da escola digital a todos os alunos e docentesAgilizar reporte de problemas e avariasContratação de pessoal/empresa especializado/a para manutenção do equipamento digital. Solicitação de recursos humanos capazes de assegurar apoio aos utilizadores e manutenção das TICSubstituir/reparar/fazer upgrades dos computadores e dos videoprojectores/quadros interativos das salas e dos serviços de apoioAdquirir um armário de carregamento e armazenagem para tablets e portáteis (24 unidades), para cada escolaAdquirir uma torre de alimentação por sala de aula

Criação de um classroom por turma, eventualmente complementado com outras aplicações

Objectivos doPADDE

Dotar progressivamente todos os alunos de competências digitais

Melhorar as competências digitais dos docentes.

Garantir e facilitar o feedback aos alunos (avaliação formativa), melhorando a sua qualidade e aumentando a participação dos alunos na auto reflexão, no feedback a outros alunos e na avaliação e na progressão das aprendizagens.

DimensãoPedagógica

Fomentar projetos transdisciplinares (atividades STEAM) recorrendo às tecnologias digitais.

Desenvolver as softskills dos alunos.

Incentivar a observação de aulas entre pares, como mecanismo de partilha de boas práticas, incentivando os professores a participarem.Produção de guiões de trabalho autónomo e de trabalho colaborativo em ambiente digital.Selecionar, catalogar e disponibilizar, num repositório de pesquisa facilitada, Recursos Educativos Digitais (RED) que possam ser utilizados na sala de aula ou nas atividades autónomas de aprendizagem.Aumentar o uso da plataforma YouTube do agrupamento com sessões de stream ou conteúdos gravados.Adquirir equipamento digital que permita a gravação de atividades letivas/não letivas de uma forma facilitada e com qualidade.Alargar a participação nos programas internacionais que envolvam a comunicação através do digital (ERASMUS, Etwinning, Milage aprender+,...) a mais alunos, incentivando os professores a participarem.Disponibilização de espaços físicos e digitais de partilha e de aprendizagem.Aplicação de um questionário ou formalização de propostas em sede de trabalho colaborativo, para elaboração de um plano de formação e do desenvolvimento de competências digitais para o pessoal docente a propor ao CFAEGN.Workshops: ensino e aprendizagem com as tecnologias digitais - vantagens e desvantagensImplementação dos workshops, dinamizados pelas bibliotecas escolares.Dinamizar sessões com professores que se encontram em projetos internacionais e com recurso ao digital com professores que ainda não o tenham feito.

Criação de equipas educativas no 2º, 3º ciclo e secundário.No ensino profissional, dinamização de reuniões dos professores da componente tecnológica por curso e dinamização de reuniões dos professores da componente tecnológica de todos os cursos do agrupamento.Produção de guiões de trabalho autónomo e de trabalho colaborativo em ambiente digital.Selecionar, catalogar e disponibilizar, num repositório de pesquisa facilitada, Recursos Educativos Digitais (RED) que possam ser utilizados na sala de aula ou nas atividades autónomas de aprendizagem.Aumentar o uso da plataforma YouTube do agrupamento com sessões de stream ou conteúdos gravados.Disponibilizar listagem de ferramentas online para correção das atividades pelos alunos (ex. calculadora fração e divisão para android).Incluir as bibliotecas escolares nos classroom das turmas.Implementação de atividades que envolvam alunos das diferentes escolas do agrupamento e de outros agrupamentos.Alargar a participação nos programas internacionais que envolvam a comunicação através do digital (ERASMUS, Etwinning, Milage aprender+,...) a mais alunos, incentivando os professores a participarem.Na plataforma classroom criar uma equipa colaborativa para análise dos projetos/clubes do agrupamento, para que a dinamização destes possa ser tida em conta na distribuição de serviço.Promover a participação de todas as turmas nos desafios da Segura Net, por forma a formar alunos que respeitem e saibam usar a internet de uma forma segura e ética e que sejam cidadãos conscientes

Criação de equipas educativas no 2º, 3º ciclo e secundário.No ensino profissional, dinamização de reuniões dos professores da componente tecnológica por curso e dinamização de reuniões dos professores da componente tecnológica de todos os cursos do agrupamento.Aumentar o uso da plataforma YouTube do agrupamento com sessões de stream ou conteúdos gravados.Adquirir equipamento digital que permita a gravação de atividades letivas/não letivas de uma forma facilitada e com qualidade.Disponibilizar listagem de ferramentas online para correção das atividades pelos alunos (ex. calculadora fração e divisão para android).Incluir as bibliotecas escolares nos classroom das turmas.Implementação de atividades que envolvam alunos das diferentes escolas do agrupamento e de outros agrupamentos.Alargar a participação nos programas internacionais que envolvam a comunicação através do digital (ERASMUS, Etwinning, Milage aprender+,...) a mais alunos, incentivando os professores a participarem.Na plataforma classroom criar uma equipa colaborativa para análise dos projetos/clubes do agrupamento, para que a dinamização destes possa ser tida em conta na distribuição de serviço.Promover a participação de todas as turmas nos desafios da Segura Net, por forma a formar alunos que respeitem e saibam usar a internet de uma forma segura e ética e que sejam cidadãos conscientes.

Facilitar a disponibilização aos alunos da avaliação formativa através do recursos ao digital, nomeadamente com recurso às ferramentas do Classroom, programa GIAE e moodle.Aproximar e evidenciar procedimentos da auto-avaliação dos alunos, através do digital.

Aulas com enfoque nas competências digitais e STEAM dos alunosProdução de guiões de trabalho autónomo e de trabalho colaborativo em ambiente digital.Selecionar, catalogar e disponibilizar, num repositório de pesquisa facilitada, Recursos Educativos Digitais (RED) que possam ser utilizados na sala de aula ou nas atividades autónomas de aprendizagem.Aumentar o uso da plataforma YouTube do agrupamento com sessões de stream ou conteúdos gravados.Adquirir equipamento digital que permita a gravação de atividades letivas/não letivas de uma forma facilitada e com qualidade.Disponibilizar listagem de ferramentas online para correção das atividades pelos alunos (ex. calculadora fração e divisão para android).Incluir as bibliotecas escolares nos classroom das turmas.Implementação de atividades que envolvam alunos das diferentes escolas do agrupamento e de outros agrupamentos.Alargar a participação nos programas internacionais que envolvam a comunicação através do digital (ERASMUS, Etwinning, Milage aprender+,...) a mais alunos, incentivando os professores a participarem.Na plataforma classroom criar uma equipa colaborativa para análise dos projetos/clubes do agrupamento, para que a dinamização destes possa ser tida em conta na distribuição de serviço.

Objectivos doPADDE

DimensãoOrganizacional

Melhorar a comunicação institucional com a comunidade educativa e a comunicação interna

Envolver a comunidade educativa no concepção e aplicação do Plano de Desenvolvimento Digital do Agrupamento

Criação de uma proposta de plano de ação para o desenvolvimento digital do agrupamento (PADDE).Apresentar em Conselho Pedagógico e em Conselho Geral os resultados da SELFIE e a proposta do PADDE do Agrupamento.Publicação da Proposta do Plano de Ação no site do agrupamento para auscultação da comunidade.Implementação da fase de discussão pública do PADDE, recolhendo sugestões/ recomendações ou alteração à proposta.Apresentação em Conselho Pedagógico e em Conselho Geral da versão definitiva do PADDE, com posterior publicação no site do agrupamento.Realizar ações de capacitação, no âmbito do Plano de Formação Interno, para não docentes, alunos e encarregados de educação.Monitorização da implementação do PADDE e elaboração de uma proposta de revisão do plano de ação para o desenvolvimento digital do agrupamento.

Melhorar a participação dos Stakeholders externos através de focus group de auscultação incorporando as questões relativas à estratégia Digital.Divulgação dos resultados aferidos pela equipa de auto-avaliação através de meios digitais como email e site do AEGN.Simplificação da comunicação dos resultados, com recurso a meios audiovisuais facilitadores da comunicação.Manutenção do Gabinete de Imagem para validação dos recursos a divulgar e para atualização regular das ferramentas digitais de comunicação.Aumentar a divulgação de atividades/projetos desenvolvidos pela ou em parceria com a biblioteca escolar, em ambiente digitalImplementação de um circuito interno de televisão nas escolas EB23 e Secundária para comunicação com os alunos.Construção de um “cardápio” com as parcerias do AEGN , divulgação do mesmo. Atualização de uma base de dados de contactos das parcerias.Envio aos parceiros de comunicações periódicas, estrategicamente escolhidas (natal e final o ano)Aquisição do serviço de SMS para o programa alunosFormação sobre o programa Alunos, para que se possa conhecer o seu potencial.Criar emails institucionais para EE.Colocação de postos informáticos para uso dos assistentes operacionais.Aquisição de software de gestão das bibliotecas, para uniformizar o software, facilitar a gestão, a consulta, a divulgação e o acesso aos recursos.Elaborar um plano de comunicação.

Para a sua efetiva e eficaz implementação e para que a forma de encararmos o digital seja mudada, transformando a escola do “futuro” na escola de hoje, é necessário o envolvimento de todos.

PLANODECOMUNICAÇÃO

MENSAGEM

A escola digital não é uma escola para o futuro, é a escola que queremos hoje

Para conseguir atingir tal objetivo foi criado um plano de comunicação para:ProfessoresAlunosOrganizacionalEncarregados de EducaçãoComunidade Educativa

A equipa PADDE estará em estreita comunicação e articulação com a Direção do agrupamento, permitindo que esta articule e comunique os dados recolhidos com a CM e com o ME, em particular no que respeita a ação - dimensão tecnológica, entidades das quais o financiamento depende diretamente.

Em outubro 2022 está prevista uma avaliação através da ferramenta SELFIE para aferição e controlo da evolução dos dados iniciais obtidos

O Plano de Ação será reformulado em outubro de 2022, após a elaboração do relatório de avaliação anual do mesmo.

Avaliação e Reformulação

obrigado!