Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Projeto de leitura

7º ano
Escola Básica
Mosteiro e Cávado

7º ano B

2019/2020

Desenvolver a competência leitora
e a literacia digital

Saiba +

"Há muitos anos, há dezenas e centenas de anos, havia em certo lugar da Dinamarca, no extremo Norte do país, perto do mar, uma grande floresta de pinheiros, tílias, abetos e carvalhos. Nessa floresta morava com a sua família um Cavaleiro. Viviam numa casa construída numa clareira rodeada de bétulas. E em frente da porta da casa havia um grande pinheiro que era a árvore mais alta da floresta. "

O cavaleiro da Dinamarca, de Sophia de mello Breyner (p. 1).

Quem somos nós? Estamos em Braga, veja-nos no mapa.

Português, 7º B

Mosteiro e Cávado

Percurso da viagem do cavaleiro

A viagem do cavaleiro

1

6

5

4

3

2

siga a viagem

do ponto

ao ponto

terminar

1

6

Instruções:

Dinamarca (norte)

O cavaleiro chegou a floresta depois ele encontrou uma pequena aldeia com lenhadores que o abrigaram, até a noite da ceia mas ele não pode ficar pois prometeu chegar antes da meia noite a casa.

Lara, Moreira, Cunha,Moutinho 7.º B.

Veneza, Itália

Florença, Itália

Jerusalém

Antuérpia, Flandres

Floresta (regresso a casa)

Chegando ao seu destino, Jerusalém o cavaleiro visitou sítios muito importantes para a sua religião como por exemplo o Monte do Calvário,o Jardim das Oliveiras, rio Jordão, a Galileia, o lago da Tiberíade e a Palestina. Rezou em muitos deles e emocionou-se com a harmonia das pessoas e com a sua fé. Jerusalém, a cidade santa que era o destino do cavaleiro, era uma cidade cheia de cultura, paz, coragem e alegria. Infelizmente, o cavaleiro teve de sair desta belíssima cidade para voltar para casa, para junto dos seus.

Ana Rita, Carolina, Alexandre, Tomás D (7ºB)

Veneza, construída à beira do mar Adriático sobre pequenas ilhas e estacas, era nesse tempo uma das cidades mais poderosas do mundo. Os palácios reflectiam os mármores, as pinturas, as colunas; havia degraus de mármore, estátuas de bronze, palácios cor-de-rosa, pontes, muros cobertos de sumptuosas pinturas, igrejas e torres e ainda a catedral e o alto campanário. O cavaleiro ouviu uma história que nunca na sua vida tinha ouvido que foi a história de Jacob Orso e Vanina a rapariga mais bela de Veneza.

Passou-se um mês e o Mercador sugeriu ao Cavaleiro para ficar e associar-se aos seus negócios e desenvolver a sua vida em Veneza. Mas, o Cavaleiro não pode aceitar porque tinha prometido à sua família e criados que estaria com eles no próximo Natal.

Bruna, Débora, Filipe e Rui - 7ºB


O cavaleiro chegou a Florença e ficou contemplado ao ver as colinas floridas, os palácios, as praças, as igrejas e as estátuas. O cavaleiro foi conhecer o banqueiro Averardo e hospedou-se na casa dele, todos os dias ao fim da tarde o cavaleiro conversava com os amigos do banqueiro, que lhe contavam histórias sobre Dante, Giotto, os mistérios do céu e da Terra e muitas outras histórias. O banqueiro convidou o cavaleiro a ficar em Florença e associar-se aos seus negócios, pois lá existia a maior ciência e cultura. Mas o cavaleiro recusou o convite, pois era na Dinamarca que estava a sua família e os seus criados, e queria passar o próximo Natal com eles, como lhes prometera.

(Filipa, Íris, Matilde, Sofia Isabel, Rosa 7ºB)

O cavaleiro chegou finalmente a Antuérpia, cidade portuária.

Ai procurou o viajante flamengo que o convidou a ficar em sua casa. Ao jantar o cavaleiro ficou maravilhado com as novas especiarias e sabores pois nunca tinha provado.

O negociante lembrou-lhe que existia um mundo novo.

Indignado com estas palavras o cavaleiro contou a sua história, mas o navegante mostrou-lhe que havia histórias melhores.

Um capitão chegou e contou a sua história sobre expedições de Pêro Dias.

Trazendo três amostras das especiarias que cavaleiro tinha provado.

Após isso o cavaleiro procurou um navio que o levasse para o norte e ninguém aceitou a sua proposta porque estava frio.

O negociante ofereceu trabalho ao cavaleiro mas ele recusou dizendo :

“as histórias dos mares, das ilhas, dos povos desconhecidos e dos países distantes são maravilhosas e enchem-me de espanto. Mas prometi chegar este Natal à minha casa. Farei a viagem por terra e partirei amanhã.”

Baárbara, Marisa, Pedro e Sofia C.

"A Dinamarca fica no Norte da Europa. Ali os Invernos são longos e rigorosos com noites muito compridas e dias curtos, pálidos e gelados. A neve cobre a terra e os telhados, os rios gelam, os pássaros emigram para os países do Sul à procura de sol, as árvores perdem as suas folhas. Só os pinheiros continuam verdes no meio das florestas geladas e despidas. Só eles, com os seus ramos cobertos por finas agulhas duras e brilhantes, parecem vivos no meio do grande silêncio imóvel e branco. "


O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 1.


"Caminhou durante longas semanas. Como os dias eram curtos e não se podia viajar de noite, avançava lentamente. Enrolava-se bem no capote forrado de peles que comprara em Antuérpia, mas mesmo assim o frio gelava-o até aos ossos. Finalmente, na antevéspera do Natal, ao fim da tarde, chegou a uma pequena povoação que ficava a poucos quilómetros da sua floresta. Aí foi recebido com grande alegria pelos seus amigos, que ao cabo de tão longa ausência já o julgavam perdido. "


O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 46.


"Mas quando chegou à Flandres era já Inverno e sobre os telhados e os campos caía a primeira neve. O Cavaleiro dirigiu-se para Antuérpia e aí procurou o negociante flamengo, para o qual o banqueiro Averardo lhe tinha dado uma carta. Encontrou o negociante em sua casa, aquecendo as mãos à lareira, vestido com uma bela roupa de pano verde, larga e debruada de peles pretas. O flamengo recebeu o viajante com grande amabilidade e convidou-o para ficar em sua casa. Mal se sentaram para jantar o Cavaleiro espantou-se com o paladar da comida que estava temperada com especiarias para ele desconhecidas."


O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 34-35.


"Aconselhado pelo Mercador, tinha resolvido fazer a meio da viagem para Génova um desvio para sul, para conhecer a célebre cidade de Florença. Passou por Ferrara e Bolonha e viu as altas torres de São Giminiano. Dormia nas estalagens ou pedia abrigo nos conventos. E no princípio de Maio chegou a Florença. Vista do alto das colinas floridas a cidade erguia no céu azul os seus telhados vermelhos, as suas torres, os seus campanários, as suas cúpulas. O Cavaleiro atravessou a velha ponte sobre o rio, a ponte ladeada de pequenas lojas onde se vendiam coiros, colares de coral, armas, pratos de estanho e prata, lãs, sedas, jóias de oiro "


O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 20.


"O Cavaleiro aceitou o conselho do Mercador e seguiu para Veneza. Veneza, construída à beira do mar Adriático sobre pequenas ilhas e sobre estacas, era nesse tempo uma das cidades mais poderosas do mundo. Ali tudo foi espanto para o dinamarquês. As ruas eram canais onde deslizavam estreitos barcos finos e escuros. Os palácios cresciam das águas que reflectiam os mármores, as pinturas, as colunas. Na vasta Praça de Sáo Marcos, em frente da enorme catedral e do alto campanário, o Cavaleiro mal podia acreditar naquilo que os seus olhos viam."


O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 12.


"Na Primavera o Cavaleiro deixou a sua floresta e dirigiu-se para a cidade mais próxima, que era um porto de mar. Nesse porto embarcou, e, levado por bom vento que soprava do Norte para o Sul, chegou muito antes do Natal às costas da Palestina. Dali seguiu com outros peregrinos para Jerusalém."


O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, pp. 7-8.


O Cavaleiro vive numa casa na floresta, no norte da Dinamarca. A maior festa do ano é a do Natal, onde se reúne à mesma mesa, a família, os amigos e os criados. Num Natal, O Cavaleiro faz uma revelação à família: vai passar o próximo Natal à Palestina, e voltará no natal seguinte.

Este é o resultado da leitura da obra "O Cavaleiro da Dinamarca", de Sophia de Mello Breyner, realizada em parceria com a professora bibliotecária e outras professoras da equipa da biblioteca escolar (BE).

Os objetivos globais incluiam desenvolver o gosto de ler, realizar tarefas com a compreensão da leitura e aprender a trabalhar com ligações, recursos e ferramentas digitais - lendo e escrevendo muito, resolvendo e decidindo com o grupo de trabalho..
Um guião, ia registando tudo, por etapas, publicado por fases, no mural padlet (mural digital).
Começamos com atividade de pré-leitura (inferências, de texto e vídeo). Realizámos a leitura oral do texto literário em aula, buscando sentidos e o prazer de ler; lemos individualmente, em silêncio, e em grupo, para trabalhar o texto. Lemos textos das nossas pesquisas, para retirar informação.
Escrevemos textos nossos, a partir da leitura da obra e da leitura dos textos de pesquisa.
Aprendemos sobre recursos digitais e ferramentas que usamos para realizar, alojar e publicar o nosso trabalho, e tantas coisas do computador e do smartphone.
Mas também aprendemos a relacionar-nos com os outros trabalhando. Fomos resilientes, acreditando que as professoras sabiam onde queriam chegar e que os alunos queriam também sair do tradicional manual.
Aprendemos todos muito, muito... porque se aprende fazendo e fazendo em equipa aprende-se mais...

Apresentação

Monte do Calvário

Rio Jordão

Monte das Oliveiras

Lago da Tiberíade

Palestina

Palestina:


O Estado da Palestina é um Estado de Jerusalém que reivindica soberania sobre os territórios da Cisjordânia e da Faixa de Gaza e que designa Jerusalém Oriental como sua capital, apesar de seu centro administrativo estar localizado na cidade de Ramallah.

Monte Calvário:


Calvário ou Gólgota é a colina na qual Jesus foi crucificado e que, na época de Cristo, ficava fora da cidade de Jerusalém. O termo significa "caveira", referindo-se a uma colina ou platô que contém uma pilha de crânios ou a um acidente geográfico que se assemelha a um crânio.

Monte das Oliveiras:


O Monte das Oliveiras é um monte situado a leste da Cidade Antiga de Jerusalém, em Israel, pertencente a uma cadeia de colinas com três picos, dispostos de norte a sul, dos quais o mais alto, at-Tur, se eleva a 818 metros. Recebe seu nome pelas oliveiras que cobriam, antigamente, suas encostas.

Rio Jordão:

O rio Jordão é um curso de água de grande importância religiosa que se situa em Israel, formando o talvegue do Vale do Jordão, a fronteira natural entre Israel e a Jordânia. Jordão significa aquele que desce ou também lugar onde se desce. O rio desagua no mar Morto.


O mar da Galileia, também conhecido como mar de Tiberíades ou lago de Genesaré, é um extenso lago de água doce localizado no Distrito Norte de Israel. É o maior lago do país e tem comprimento máximo de cerca de 19 quilômetros e largura máxima de cerca de 13 km, sendo que sua área total abrange 166,7 km².

O Estado da Palestina na cidade de Jerusalém.

que reivindica soberania sobre os territórios da Cisjordânia e da Faixa de Gaza e que designa Jerusalém Oriental como sua capital, apesar de seu centro administrativo estar localizado na cidade de Ramallah.


Veneza

Veneza é uma cidade no nordeste da Itália situada sobre um grupo de 117 pequenas ilhas separadas por canais e ligadas por pontes.

Jacob Orso e Vanina

Vanina era a rapariga mais bela de Veneza e vivia com o seu tutor, quando cresce-se iria casar com o seu sobrinho, mas quando chegou a altura, Vanina recusou e seu tutor revoltado, prendeu-a até que conheceu Guidobaldo e fugiu com ele e os apaixonados viveram para sempre refugiados apaixonados.

Giotto







Dante Alighieri

Florença


A

v





Saber mais

Saber mais

Dante cresceu num bairro e com nove anos apaixonou-se por Beatriz, que tinha a mesma idade, e fizeram juras de amor e projetos para o futuro, mas o seu pai tinha outros planos para o filho.

No dia 9 de fevereiro de 1277, por decisão de seu pai, Dante casa-se com Gemma Donati que lhe entrega um grande dote. O casal com apenas 12 anos só passará a viver juntos quando saírem da adolescência. De Beatriz, ele conservava o amor platônico.

Dante cumpriu a promessa de Beatriz que consistia em escrever a sua viagem pelo Inferno, Purgatório e pelo Paraíso, ao escrever a Divina Comédia.



Queres saber mais?

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dante_Alighieri


Florença é uma cidade italiana, capital de Toscana. Entre os séculos XIV e XVI adquiriu uma grande importância comercial, financeira e artística. É a cidade natal de Dante Alighieri, de Leonardo da Vinci, Michelangelo, Maquiavel, Galileu e da família dos Médici. O seu centro histórico foi classificado Património Cultural pela UNESCO em 1982 e, em 1986, foi designada Capital Europeia da Cultura. Destacam-se as diversas e belíssimas catedrais de épocas e estilos diferentes.

Giotto, teria começado a desenhar ainda com 12 anos, quando era apenas um pastor de ovelhas, fazendo desenhos em rochas. O artista Cimabue, um dos maiores pintores da Toscana, o teria visto a desenhar uma ovelha e pediu ao pai de Giotto para levá-lo para ser o seu aprendiz. Posteriormente, Giotto teria pintado uma mosca no nariz de uma figura com tanta habilidade, que seu mestre teria tentado afugentar o inseto várias vezes antes de perceber que se tratava de uma pintura.





02


Write a title here

You can write a subtitle here

Write a title here

You can write a subtitle here

O cavaleiro chegou à floresta depois onde encontrou uma pequena aldeia com lenhadores que o quuiseram fazê-lo ficar, até à noite da ceia, mas ele nao pode ficar pois prometera chegar antes da meia noite a casa, na véspera de Natal.

Abeto

pinheiro

abeto

o dinamarquês Effekt desenvolveram o projecto da Treetop Experience. Trata-se de uma torre em espiral no meio da floresta. A ideia foi criar um roteiro de experiência única para os visitantes que amam a natureza e desejam visualizar toda a biodiversidade da área sob um novo ângulo.


Gigantes de madeira são comuns na floresta da Dinamarca.


Pêro Dias foi um navegador português, explorador do litoral africano.

Acompanhou seu irmão, Bartolomeu Dias, na viagem que dobrou o cabo da Boa Esperança em 1487-1488.

PÊRO

DIAS

Morreu quando tentava comunicar com um indígena. Não conseguiu e acabaram por se matar um ao outro.

Para saber mais sobre Pêro Dias

Video sobre a viagem de Bartolomeu Dias

Cabo Da Boa Esperança




Estamos gratos por ter estado connosco nesta viagem

Entre no jogo:
"Mapear a viagem do cavaleiro".

Siga as instruções no mapa, na lateral esquerda.