Want to make creations as awesome as this one?

Da leitura da obra ao percurso da viagem do cavaleiro.

Transcript

Projeto de leitura7º anoEscola Básica Mosteiro e Cávado

7º ano A2019/2020

Desenvolver a competência leitorae a literacia digital

Saiba +

"Há muitos anos, há dezenas e centenas de anos, havia em certo lugar da Dinamarca, no extremo Norte do país, perto do mar, uma grande floresta de pinheiros, tílias, abetos e carvalhos. Nessa floresta morava com a sua família um Cavaleiro. Viviam numa casa construída numa clareira rodeada de bétulas. E em frente da porta da casa havia um grande pinheiro que era a árvore mais alta da floresta. "O cavaleiro da Dinamarca, de Sophia de mello Breyner (p. 1).(clique no título para a ligação à obra completa)

Apresentação

Este é o resultado de um trabalho de leitura da obra "O Cavaleiro da Dinamarca", de Sophia de Mello Breyner.A aprendizagem com a leitura foi realizada em parceria com a Biblioteca Escolar (BE), a professora bibliotecária e outras professoras da equipa da biblioteca.Os objetivos globais incluiam desenvolver o gosto de ler, realizar tarefas com a compreensão da leitura e aprender a trabalhar com ligações, recursos e ferramentas digitais - lendo e escrevendo muito, resolvendo e toamndo decisões..Umguião, organizava o trabalho por etapas, no mural digital padlet, aqui alojado.Começamos com atividade de pré-leitura (inferências de leitura, com texto e vídeo).Realizámos a leitura oral do texto literário em aula, mais do que uma vez, buscando sentidos e o prazer de ler; lemos individualmente, em silêncio,em grupo, para trabalhar o texto.Lemos textos das pesquisas, para retirar informação.Escrevemos muito, em forma de síntese, textos nossos, a partir da leitura da obra e da leitura dos textos de pesquisa.Aprendemos sobre recursos digitais e ferramentas que usamos para realizar, alojar e publicar o nosso trabalho, e tantas coisas do computador e do smartphone. Mas também aprendemos a relacionar-nos e a trabalhar uns e outros.Insistimos, fomos muto resilientes,acreditando que as professoras sabiam onde queriam chegar e que os jovens alunos queriam também sair do tradicional manual.Aprendemos todos muito, muito... porque só se aprende fazendo e fazendo em equipa aprende-se mais...

Português, 7º AMosteiro e Cávado

Pôr aqui um breve trecho sobre a turma.

A viagem do cavaleiro

1

2

6

5

6

3

4

Siga a viagemdo pontoaoponto

Instruções

1

terminar

Dinamarca (norte)

Na floresta negra fantástica e estranha estava tudo imóvel. O cavaleiro foi caminhando, avistou animais, chegou, por fim à aldeia dos lenhadores e logo foi reconhecido. Levaram-no para uma cabana dando-lhe alimento, avisando-o dos perigos da floresta e sugeriram-lhe que ficasse na sua cabana, mas o cavaleiro recusou dizendo que tinha de passar o Natal com os seus familiares.

Veneza, Itália

Florença, Itália

Jerusalém

Antuérpia, Flandres

Floresta (regresso a casa)

O monte do Calvário é a colina na qual Jesus foi crucificado e que, na época de Cristo, ficava fora da cidade de Jerusalém. O Monte das Oliveira é um monte situado a leste da Cidade Antiga de Jerusalém, em Israel, pertencente a uma cadeia de colinas com três picos, dispostos de norte a sul, dos quais o mais alto, at-Tur, se eleva a 818 metros. O rio Jordão é um curso de água de grande importância religiosa que se situa em Israel, formando uma linha mais o menos sinuosa a onde correm as águas, ao fundo do Vale do Jordão, a fronteira natural entre Israel e a Jordânia. Jordão significa aquele que desce ou também lugar onde se desce (bebedouro). O rio desagua no mar Morto. Galileia é uma grande região no norte de Israel que se confunde com a maior parte do Distrito administrativo do norte do país. Tradicionalmente dividido em Alta Galileia , estendendo-se desde o rio Banias. As Águas Azuis do lago de Tiberíade é um extenso lago de água doce localizado no Distrito Norte de Israel. É o maior lago do país.Helena Ferreira,Carlota Pinto,José Peixoto eRafael Costa.

O Cavaleiro foi para Veneza, uma cidade bela e rica, estava construída à beira do mar Adriático. Nesse tempo era uma das cidades mais poderosas do mundo. As ruas eram canais onde deslizavam estreitos barcos finos e escuros. Tinha muitos e belos palácios. Em Veneza, o Cavaleiro conheceu o Mercador e ficou alojado no seu palácio. Aí, ceou, assistiu a festas, divertiu-se, visitou a cidade, as igrejas, parou nos mercados e contaram lhe a história de Vanina e de Guidobaldo. O Cavaleiro nunca pensou que no mundo inteiro existisse tanta riqueza e beleza como em Veneza. O Mercador de Veneza convidou o Cavaleiro a ficar em Veneza e a associar-se aos seus negócios, porque não havia nenhum lugar no mundo melhor do que Veneza, onde todos os dias são cheios de alegria e de surpresa. O Cavaleiro disse não porque tinha prometido á sua mulher, aos seus filhos, aos seus parentes e aos seus criados que estaria lá no próximo Natal e partia daqui a três dias.( Inês Marques nº 15 Rita Monteiro nº 19, André Veloso nº 2 e Tiago Portelada nº 20)

Florença era uma cidade bonita, colorida e com lojas com artigos variados. O cavaleiro ficou hospedado na casa do banqueiro Averardo e, num jantar lá em casa, contaram-lhe a história lendárias de Giotto e Cimabué e de Dante e Beatriz. O banqueiro convidou-o a ficar mas o cavaleiro recusou, porque tinha prometido à família que chegava antes do Natal.João, Lara, Luis e Maria 7ºA

O cavaleiro chegou a Antuérpia, procurou o negociante Flamengo e hospedou-se na casa dele.Ao jantar ele descobriu uma especiaria que condimentava a comida. Depois disso um capitão narrou a história dele e do Pêro Dias. O cavaleiro decidiu ir para a Dinamarca e durante três dias procurou capitães e armadores.No final o Flamengo disse para o cavaleiro se associar as suas navegações pelos mares, mas o cavaleiro disse que não queria porque prometeu que ia passar o natal com a família.Ana, Dinis,Matilde,Pedro,7.ºA

O Cavaleiro vive numa casa na floresta, no norte da Dinamarca. A maior festa do ano é a do Natal, onde se reúne à mesma mesa, a família, os amigos e os criados. Num Natal, O Cavaleiro faz uma revelação à família: vai passar o próximo Natal à Palestina, e voltará no natal seguinte.

"A Dinamarca fica no Norte da Europa. Ali os Invernos são longos e rigorosos com noites muito compridas e dias curtos, pálidos e gelados. A neve cobre a terra e os telhados, os rios gelam, os pássaros emigram para os países do Sul à procura de sol, as árvores perdem as suas folhas. Só os pinheiros continuam verdes no meio das florestas geladas e despidas. Só eles, com os seus ramos cobertos por finas agulhas duras e brilhantes, parecem vivos no meio do grande silêncio imóvel e branco."O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 1.

Floresta, casa do Cavaleiro.

"Caminhou durante longas semanas. Como os dias eram curtos e não se podia viajar de noite, avançava lentamente. Enrolava-se bem no capote forrado de peles que comprara em Antuérpia, mas mesmo assim o frio gelava-o até aos ossos. Finalmente, na antevéspera do Natal, ao fim da tarde, chegou a uma pequena povoação que ficava a poucos quilómetros da sua floresta. Aí foi recebido com grande alegria pelos seus amigos, que ao cabo de tão longa ausência já o julgavam perdido. "O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 46.

"O Cavaleiro aceitou o conselho do Mercador e seguiu para Veneza. Veneza, construída à beira do mar Adriático sobre pequenas ilhas e sobre estacas, era nesse tempo uma das cidades mais poderosas do mundo. Ali tudo foi espanto para o dinamarquês. As ruas eram canais onde deslizavam estreitos barcos finos e escuros. Os palácios cresciam das águas que reflectiam os mármores, as pinturas, as colunas. Na vasta Praça de Sáo Marcos, em frente da enorme catedral e do alto campanário, o Cavaleiro mal podia acreditar naquilo que os seus olhos viam."O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 12.

"Aconselhado pelo Mercador, tinha resolvido fazer a meio da viagem para Génova um desvio para sul, para conhecer a célebre cidade de Florença. Passou por Ferrara e Bolonha e viu as altas torres de São Giminiano. Dormia nas estalagens ou pedia abrigo nos conventos. E no princípio de Maio chegou a Florença. Vista do alto das colinas floridas a cidade erguia no céu azul os seus telhados vermelhos, as suas torres, os seus campanários, as suas cúpulas. O Cavaleiro atravessou a velha ponte sobre o rio, a ponte ladeada de pequenas lojas onde se vendiam coiros, colares de coral, armas, pratos de estanho e prata, lãs, sedas, jóias de oiro "O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 20.

"Mas quando chegou à Flandres era já Inverno e sobre os telhados e os campos caía a primeira neve. O Cavaleiro dirigiu-se para Antuérpia e aí procurou o negociante flamengo, para o qual o banqueiro Averardo lhe tinha dado uma carta. Encontrou o negociante em sua casa, aquecendo as mãos à lareira, vestido com uma bela roupa de pano verde, larga e debruada de peles pretas. O flamengo recebeu o viajante com grande amabilidade e convidou-o para ficar em sua casa. Mal se sentaram para jantar o Cavaleiro espantou-se com o paladar da comida que estava temperada com especiarias para ele desconhecidas."O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 34-35.

"A Dinamarca fica no Norte da Europa. Ali os Invernos são longos e rigorosos com noites muito compridas e dias curtos, pálidos e gelados. A neve cobre a terra e os telhados, os rios gelam, os pássaros emigram para os países do Sul à procura de sol, as árvores perdem as suas folhas. Só os pinheiros continuam verdes no meio das florestas geladas e despidas. Só eles, com os seus ramos cobertos por finas agulhas duras e brilhantes, parecem vivos no meio do grande silêncio imóvel e branco. "O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, p. 1.

"Na Primavera o Cavaleiro deixou a sua floresta e dirigiu-se para a cidade mais próxima, que era um porto de mar. Nesse porto embarcou, e, levado por bom vento que soprava do Norte para o Sul, chegou muito antes do Natal às costas da Palestina. Dali seguiu com outros peregrinos para Jerusalém."O cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner, pp. 7-8.

Antuérpia é uma cidade portuária às margens do rio Escalda, na Bélgica, com uma história que data da Idade Média.

O facto de ser considerado o centro mundial do diamante deve-se a que nessa cidade são negociados 80% dos diamantes brutos e 50% dos diamantes lapidados do mundo

01

02

Antuérpia é uma cidade com 204,5 km² e com cerca de 498 473 pessoas em 2011 contados pela Organização das Nações unidas.

03

04

AntuérpiaAntuérpiaAntwerpen Vista aérea de Antuérpia com a catedral ao centro localização do município, no distrito e na província Brasão Bandeira Geografia...Wikipedia

Dante

Alighieri

Cenni di Petro

Cimabué

Giotto

di bondone

BeatrizPortinari

Histórias contadas ao cavaleiro em Florença

Beatriz chamava-se na realidade Beatriz Portinari. Nasceu em 1276 e tinha 6 irmãs. Era uma jovem muito bela, e foi a musa de Dante.Dante Alighieri nasceu um ano antes de Beatriz.Giotto di Bondone nasceu em 1266/1267 e morreu em 1337, em Florença. O seu talento foi descoberto por Cimabué, que nasceu em 1240.

+ info

A história de amor de Dante e Beatriz inspirou vários pintores e artistas.

Cimabué foi um pintor e criador de mosaicos.

Giotto foi um pintor e arquiteto italiano.

Beatriz era uma jovem muito linda, por qual Dante era apaixonado, mas ela morreu muito cedo.

1ª paragem

Monte do Calvário

O monte do Cálvário é a colina na qual Jesus foi crucificado e que, na época de Cristo, ficava fora da cidade de Jerusalém.

2ª paragem

Monte das Oliveiras

O Monte das Oliveira é um monte situado a leste da Cidade Antiga de Jerusalém, em Israel, pertencente a uma cadeia de colinas com três picos, dispostos de norte a sul, dos quais o mais alto, at-Tur, se eleva a 818 metros

3ª paragem

Rio Jordão

O rio Jordão é um curso de água de grande importância religiosa que se situa em Israel, formando o talvegue do Vale do Jordão, a fronteira natural entre Israel e a Jordânia.

Veneza é uma cidade no nordeste da Itália .Veneza é famosa pela beleza de sua arquitetura e as obras artes.

A história de amor de Vanina e de Guidobaldo é uma narrativa inventada pela escritora Sophia de Mello Breyner Andresen

VANINA E GUIDOBALDO

É uma cidade situadasobre um grupo de 117 pequenas ilhas separadas por canais e ligadas por pontes. Elaestá localizada na pantanosa Lagoa de Veneza, que se estende ao longo da costa.

VENEZA

Saiba +

Veneza é um dos destinos turísticos mais importantes do mundo pela sua arte e arquitetura. A cidade recebe cerca de 50 mil turistas por dia. Em 2006, foi classificado como o 28º lugar mais visitado do mundo, com 2,9 milhões de visitantes internacionais naquele ano. A cidade é considerada como uma das mais belas do mundo.

i.

Na flora da Dinamarca , destaca-se a vegetação, onde as árvores mais comuns são os pinheiros e abetos que agem como uma paragem temporária para os ventos do mar.

Na Dinamarca não se encontram montanhas altas. Em vez disso existem planícies e florestas.Avegetação existente na floresta dinamarquesa, caracteristicado Norte da Europa, é digna de ser visitada pelos amantes da natureza.

A ele pertencem as árvores de nome comumtília. É típica de regiões de clima temperado, com estações do ano bem demarcadas.

A árvore Carvalho pode viver por mais de 1000 anos, sim, mais de 1000 anos de vida. Ao longo de seu crescimento esta árvore passa por vários ciclos diferentes de crescimento. A bolota é o início da vida de um carvalho, e em cada bolota existe apenas uma semente, e quando esta germina produz uma raiz central, e é esta que irá fixar a árvore durante toda a sua existência. Este broto surge durante a primavera, germinando, assim brotará a semente que está nela.Fontehttps://meioambiente.culturamix.com/ecologia/flora/arvore-carvalho-tempo-de-crescimento

BOTÂNICADesignação comum das árvores coníferas do género Abies, da família das Pináceas, geralmente altas e com folhagem persistente, cuja madeira é utilizada na produção de papel

Árvore média de copa cónico-piramidal com ramos horizontais e raminhos pendentes.https://www.florestar.net/betula/betula.html

obrigado por chegar aqui...

Entre no jogo:"Mapear a viagem do cavaleiro".Siga as instruções no mapa, na lateral esquerda.