Want to make creations as awesome as this one?

No description

Transcript

Menos de 18 anos 18 a 21 anos 22 a 25 anos Acima de 25 anos

SimNão

SimNãoTalvez

Apenas uma vezDe 6 em 6 mesesEm menos de 6 mesesAcima de 6 mesesNunca fez teste rápido ou exames

Faixa etária

Sabe o que é PEPe PrEP

Sabe a diferençaentre HIV e Aids

Teria relacionamentocom sorodiferente

Já fez teste rápidopara dectar o HIV

Periodicidade com oteste rápido

Métodos usados para prevenção ao HIV

clique aqui ↑INFOGRÁFICOINTERATIVO

Realizamos uma enquete para saber como as pessoas têm tratado o tema HIV e Aids. Confira!

Percepção HIV/AIDS

SimNão

SimNão

Comentário"Eu já li um quadrinho sobre o assunto que me ensinou muito. O nome é Pílulas azuis e eu recomendo para todos, é bem didático, divertido e mostrou que eu carregava muito preconceito quando o assunto é HIV"

Comentário"Falar sobre prevenção de infecçoes que muitas vezes não dão sintomas de uma forma que sensibilize o máximo de pessoas com fontes confiáveis é muito importante. Roda de conversa e vídeos de autorrelatos são legais. Afinal a prática sexual é comum para muitos"

Comentário"Coloquei talvez, mas teria sim relacionamento sorodiferente se todas as precauções e tratamento fossem feitos"

Comentário"O universo lésbico ainda carece de métodos de prevenção práticos, então praticamente ninguém que conheço usa"

Comentário"Sou uma mulher lésbica, então não faço uso de métodos preventivos, mesmo sabendo que deveria. Entra numa longa problemática de invisibilidade, onde os métodos preventivos para mulheres que se relacionam com mulheres não são pensados"

Comentário"Desconheço o local que faça exame rápido/teste no sus. Falta informação a ser divulgada"

Comentário"Amei a iniciativa, muita gente da nossa idade nem sabe que possa ter e nem se preocupa, inclusive foi uma das causas que levou meu irmão a falecer!"

Comentário"HIV é um tema que precisa ser discutido mais em nossa sociedade, nem todo mundo faz os exames rotineiramente e ainda há muita desinformação acerca do assunto"

Comentário"Na maioria das vezes não me previno, mas tenho relação somente com meu parceiro"

51,1% = 70dos 137 entrevistados

32,1% = 44dos 137 entrevistados

E por que não ter? É mais fácil entrar em contato com o HIV ao se relacionar com alguém que nunca fez algum exame, do que com uma pessoa soropositiva que é indetectável. Indetectáveis são pessoas que possuem uma carga viral abaixo de 200 cópias por mililitro de sangue, ou seja, elas não podem transmitir o vírus.

A maior parte do entrevistados é composta por universitários.

É indicado fazer o teste 30 dias após ter passado por alguma situação de exposição ao HIV. O vírus pode demorar até um mês para aparecer nos exames; esse período é conhecido como janela imunológica.Mas, mais importante do que fazer o exame, é SEMPRE SE PREVENIR!

A PEP (Profilaxia Pós-Exposição) é o uso de medicações antiretrovirais após a pessoa ter entrado em contato com o vírus HIV. Os comprimidos são tomados durante 28 dias após o ato e devem ter início o mais rápido possível - no máximo em até 72 horas após a exposição.Já a PrEP(Profilaxia Pré-Exposição) é a medicação tomada antes da exposição ao vírus, normalmente usada por pessoas consideradas de populações-chave, como profissionais do sexo e clientes ou usuários de drogas injetáveis.

34,3% =47 dos 137 entrevistados

26,3% = 36dos 137 entrevistados

33% = 46 dos 137 entrevistados

22,6% = 31dos 137 entrevistados

0,7% = 1dos 137 entrevistados

Procure se informar sobre quais locais na sua cidade oferecem, pelo SUS, exame/teste para HIV. Você pode buscar pelas informações na internet ou entrando em contato com hospitais públicos ou postos de saúde.

5,1% = 7dos 137 entrevistados

4,4% = 6dos 137 entrevistados

24,1% =33 dos 137 entrevistados

HIV é o vírus.A Aids é a doença decorrente do HIV, já manifestada no corpo da pessoa.

Mantém os exames atualizados21,2% = 29 dos137 entrevistados

Anticoncepcionais não previnem o contato ao HIV! Quando usados corretamente, eles servem apenas para evitar a gravidez.

PRESERVATIVO88,3% = 121 dos 137 entrevistados

TRATAMENTO COMO PREVENÇÃO1,5% = 2 dos 137 entrevistados

1,5% = 2 dos 137 entrevistados

6,6% = 9 dos 137 entrevistados

22,6% = 31dos 137 entrevistados

Nenhum dos entrevistados disse já ter usado PEP, e ainda:-0,7% usa PrEP- 0,7% evita entrar em contato com fluídos- 0,7% toma pílula anticoncepcional- 0,7% toma pílula de estrogênio- 0,7% não usa métodos de prevenção* 0,7% é o equivalente a 1 dos 137 entrevistados

65,7% = 90dos 137 entrevistados

67,2% = 92dos 137 entrevistados

58,4% = 80 dos 137 entrevistados

67,9% = 93dos 137 entrevistados

75,9% =104 dos 137 entrevistados